Presa Mãe de Membro de Quadrilha – Golpe de R$ 7 milhões

Presa Mãe de Membro de Quadrilha - Golpe de R$ 7 milhões: Policiais Militares - PMS da Ronda Escolar do 6º Batalhão da Polícia, realizaram a detenção na última terça-feira dia 22/10/2019 no município de São Bernardo do Campo no Grande ABC Paulista. Polo Industrial da Grande São Paulo. A mulher de nome Denise Barile, é mãe de um integrante da quadrilha que Aplicou Golpes em diversas Instituições Financeiras em um montante total do valor de R$ 7 (sete) milhões.

0
185
Ex-policial é morto a tiros em Santo André

Presa Mãe de Membro de Quadrilha – Golpe de R$ 7 milhões: Policiais Militares – PMS da Ronda Escolar do 6º Batalhão da Polícia, realizaram a detenção na última terça-feira dia 22/10/2019 no município de São Bernardo do Campo no Grande ABC Paulista. Polo Industrial da Grande São Paulo. A mulher de nome Denise Barile, é mãe de um integrante da quadrilha que Aplicou Golpes em diversas Instituições Financeiras em um montante total do valor de R$ 7 (sete) milhões.

Presa Mãe de Membro de Quadrilha – Golpe de R$ 7 milhões

Presa Mãe de Membro de Quadrilha - Golpe de R$ 7 milhões
Presa Mãe de Membro de Quadrilha – Golpe de R$ 7 milhões

A suspeita é de que a senhora também pertença ao grupo de golpistas, pois ela foi flagrada dentro de um carro que possuía registro de estelionato. De acordo com os Policiais ouvidos, foi durante patrulhamento normal na Avenida Kenedy, próximo ao Shopping Golden na cidade de São Bernardo, a equipe de policias deparou-se com o veículo do modelo Volvo XC-40, qual era conduzido por essa senhora.

Nervosismo Chamou a Atenção da Patrulha

O não comum Nervosismo, chamou a Atenção da Patrulha. Pois após avistar a viatura, o que soou estranho e chamou a atenção dos pms – policiais militares. Foi determinada então a parada do veículo para averiguação da situação, porém, a mulher ignorou e foi contida apenas na rua Continental.

Documentação do Veículo

Ao pesquisar a documentação do veículo, os policiais verificaram que havia um registro de estelionato no DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais).

Em posse das informações, a equipe conduziu o veículo e condutora ao 1º DP (Distrito Policial), onde foi confirmado através de contato com o DEIC – Departamento Estadual de Investigações Criminais que a senhora presa era genitora de um dos indivíduos, que na mesma data foi preso durante uma operação.

Entenda a Operação do Deic

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira, cinco pessoas durante Operação Piapara deflagrada para combater fraudes financeiras na capital paulista e nas cidades de São Bernardo do Campo (SBC) e São Caetano do Sul (SCS).

A ação, que cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão, recolheu um estoque de veículos.

As atividades de campo foram deflagradas por 50 (cinquenta) agentes de equipes da 6ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Crimes Contra o Patrimônio (Disccpat), após trabalhos de investigação de aproximadamente quatro meses, realizados em conjunto ao Departamento de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), que apurava uma organização criminosa.

Grupo era Especializado em Aplicar Golpes

Os policiais descobriram que o grupo era especializado em aplicar golpes por meio de empresas fantasmas registrados em nome de “laranjas” e lavagem de dinheiro por meio da:

  • Compra e
  • Venda de Bens,
  • inclusive pela internet.

Após a identificação da fraude a equipe localizou diferentes veículos, que foram bloqueados administrativamente.

“Localizamos e apreendemos mais de 50 veículos, entre carros médios, de luxo, superesportivos, Off-Road, motos aquáticas, kart e SUVs”, afirmou o delegado Fabiano Barbeiro, responsável pelo inquérito que investiga o caso. “Hoje, especificamente, durante as buscas também identificamos duas aeronaves adquiridas como produto destes crimes”, completou.

O nome da operação foi inspirado em um peixe da bacia do rio Paraná, conhecido por dar trabalho aos pescadores, assim como a organização criminosa.

“Estamos terminando está primeira fase e depurando os resultados obtidos até agora para que possamos iniciar uma nova etapa e checar se há uma extensão do crime”, finalizou o responsável.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here