Projeto + APAE Inclusão incentiva contratações por meio da Lei de Cotas

109

Projeto + APAE Inclusão incentiva contratações por meio da Lei de Cotas

 

Em todo o país, murado de 23,9% da população possui qualquer tipo de deficiência, seja física, intelectual, auditiva ou visual, de tratado com dados do Recenseamento Demográfico 2010 pelo Instituto Brasiliano de Geografia e Estatística (IBGE). Para prometer a inserção desses milhões de brasileiros no mercado de trabalho, em 1991 foi criada a Lei de Cotas (n°8.213/91).A lei exige que empresas que possuem mais de 100 empregados reserve de 2 a 5% das vagas para pessoas com deficiência, dependendo do número totalidade de funcionários.  Apesar de estar em vigor há mais de 25 anos, algumas empresas não cumprem a legislação. A principal justificativa é a falta de mão de obra qualificada. Dados do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) indicam que, caso as empresas seguissem a lei, pelo menos 827 milénio postos de trabalho estariam disponíveis para essas pessoas, mais de 7 milhões de cidadãos que se enquadram nas exigências da legislação. Entretanto, exclusivamente 381.322 vagas foram criadas.Para solucionar oriente problema, foi criado o + APAE Inclusão, projeto que ofertar novas possibilidades de empreendedorismo, empoderamento econômico e empregabilidade das pessoas com deficiência intelectual e múltipla. Para Valéria Barral, diretora escolar da APAE de Santo André, a principal dificuldade na inclusão do PCD no mercado de trabalho está associada ao despreparo das empresas em ter pessoas com deficiência na equipe, à própria capacitação e às barreiras de acessibilidade.No primeiro semestre, o + APAE Inclusão formou murado de 70 alunos. Os estudantes ganharam certificado de desfecho do curso e pelo menos cinco deles receberam proposta de ofício. As atividades da segunda temporada iniciaram em agosto com 155 inscritos em seis oficinas nas áreas de: Panificação, Audiovisual, Informática, Rotinas Administrativas, Artesanato e Namoro e Costura.  “A diversidade e inclusão ainda não fazem parte da cultura da nossa sociedade. Mesmo tendo leis que incentivem a inclusão, estamos engatinhando. O +APAE Inclusão vem preencher essa lacuna e reparar a ausência de cursos preparatórios”, conta a diretora escolar da APAE de Santo André.SERVIÇOO + APAE Inclusão é realizado através do Fundo Municipal da Moçoilo e do Juvenil (FUMCAD) e é apresentado pela Comgás. Possui o patrocínio de Arysta, Brasilcap, Cielo e co-patrocínio de CVC, Capitale Robustez, Cerâmica Atlas e Grupo Feital – Inox Tech.

Projeto oferece oficinas de capacitação gratuitas para jovens com deficiência intelectual.Em todo o país, cerca de 23,9% da população possui algum tipo de deficiência, seja física, intelectual, auditiva ou visual, de acordo com dados do Censo Demográfico 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Tudo Sobre a cidade de Santo André no grande abc paulista ou São Paulo Guia de Negócios.

Ou leia mais sobre todas as 7 cidades do Grande ABC Paulista.

 

Projeto + APAE Inclusão incentiva contratações por meio da Lei de Cotas
Avalie esta notícia