PT ocupa presidência da Percentagem de Justiça e Redação na Câmara

0
82

Em mais um congraçamento do PT com o governo Paulo Serra (PSDB), o
vereador petista Eduardo Leite assumiu a presidência da
Comissão de Justiça e Redação na Câmara de Santo André,
responsável por pareceres de projetos enviados pelo Executivo.

Além de Eduardo Leite, estão na comissão o líder de governo,
Pedrinho Botaro (PSDB), e o vereador Sargento Lobo (SD).

Na opinião de Pedrinho Botaro, ter um integrante da oposição no
incumbência não motivo preocupação. “Precisamos ter o contraditório na
Câmara. O voto dele (Eduardo Leite) vale tanto quanto dos
outros dois indicados. O PT é oposição e trará um debate
saudável para a Moradia. O governo não quis impor as
presidências”, explicou.

Na sessão de ontem foram definidos também os presidentes das
outras comissões. O vereador Jobert Minhoca (PSDB) vai presidir
a flanco de Finanças e Orçamento, que analisa leis ligadas à
organização financeira do município, porquê o Projecto Plurianual e
o próprio Orçamento anual. Completam a comissão os vereadores
Zezão Mendes (PDT) e Lucas Zacarias (PTB).

Já o grupo de Educação e Cultura será presidido por Ronaldo de
Castro (PRB) e o de Cidadania, Direitos Humanos e Assistência
Social será comandado por Edilson Fumassa (PSDB), que entrou no
lugar de Toninho de Jesus (PMN), que renunciou ao posto.

PRÓXIMAS PAUTAS
É possível que na sessão de terça-feira que chegue à Câmara o
projeto que visa aproveitar os débitos de clínicas e hospitais
com a Prefeitura, que estão perto dos R$ 50 milhões, e utilizar
a estrutura para atendimento dos pacientes que estão na fileira.

Para Pedrinho Botaro, o tema da Saúde será permanente nas
discussões do Legislativo. “Os cortes de gastos iniciados pela
Prefeitura estão em traço com esse pensamento. Atualmente só
temos 25% de remédios em estoque”, informou.

Durante a sessão foi apresentado um requerimento sobre o
fechamento da UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro
Campestre, que sofreu com infestação de insetos. 

PT ocupa presidência da Percentagem de Justiça e Redação na Câmara
Avalie esta notícia