Qualisaúde se torna referência para outras cidades

138

Qualisaúde se torna referência para outras cidades

 

Santo André recebeu nesta sexta-feira (31) a visitante de representantes da Secretaria de Saúde de Jundiaí e de alunos do curso de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo), que estiveram na cidade para saber as ações do Qualisaúde. A comitiva de Jundiaí esteve na UPA Bangu e os estudantes universitários foram ao Multíplice Regulador Municipal, responsável pelo gerenciamento de consultas e exames na rede andreense.As visitas tiveram uma vez que objetivo proporcionar a troca de experiências em iniciativas pioneiras já praticadas na cidade, a partir do programa Qualisaúde. Muito além das intervenções na estrutura física, o programa realiza uma modernização em toda a rede de saúde do município. As melhorias vão desde a qualificação profissional, informatização e humanização, até a restruturação de equipamentos, implementando assim um novo padrão de atendimento, com prontuário eletrônico e dispensa de medicamentos por código de barras, por exemplo. “A gestão promoveu um grande esforço para implantar o programa Qualisaúde, que imprime um novo padrão de atendimento nos equipamentos, a partir das intervenções estruturais, modernização e informatização do sistema. E, em tão pouco tempo, recebemos este tipo de reconhecimento da nossa gente e também de outras cidades. Ainda há muito para ser feito. Mas demos um importante passo para que Santo André tenha a Saúde que merece e precisa”, ressaltou o prefeito Paulo Serra.Na programação das visitas, na segmento da manhã, os representantes da Secretaria de Saúde de Jundiaí puderam saber as estruturas que transformaram o velho Pronto Atendimento em UPA Bangu. A unidade, inaugurada em abril, foi o primeiro de 11 equipamentos a serem abertos no padrão Qualisaúde. O sítio passou a relatar com sistema informatizado e distribuição de senha eletrônica na recepção e número maior de leitos, que passaram de 20 para 33. Ou por outra, a UPA conta com separação dos espaços de atendimento de crianças e adultos, base descentralizada do SAMU e farmácia 24h, para dispensação de medicamentos aos munícipes. A capacidade de atendimento é de até 20 milénio pessoas por mês, entre pediatria, clínica médica e odontologia.Gabriela Bortotto, representando a equipe da saúde de Jundiaí, elogiou a qualidade estrutural e administrativa da UPA Bangu. “Visitar uma UPA com excelência no funcionamento era nossa meta. Foi bastante positivo conhecer uma organização gerencial engajada e comprometida, além de uma equipe motivada. Tudo isso faz uma grande diferença no atendimento. Esta visita vai contribuir para a implantação de uma novidade em nossa cidade que é a inauguração, em novembro, de uma Unidade de Pronto Atendimento, dentro de um modelo integrado com a Clínica da Família”, pontuou.Já no período da tarde, foi a vez dos alunos do curso de saúde pública da USP visitarem o Multíplice Regulador Municipal. Inaugurado em julho deste ano, é responsável pelo gerenciamento de consultas e exames, auditoria de contratos de prestadores de serviços na extensão da saúde e pronunciação de vagas com hospitais municipais e serviços de referência. Com a implantação do serviço na cidade, a capacidade de agendamento pela medial de vagas da rede dobrou, passando de 15 milénio para 30 milénio ofertas mensais de consultas e exames. Ou por outra, conta com um setor 24 horas, para encaminhamento prestímano de casos que demandam prioridade de transferência hospitalar.A professora de Políticas Públicas da USP, Marilia Cristina Prado Louvison, destacou o que mais impressionou no serviço apresentado. “Para nós é fundamental entrar em contato com uma secretaria municipal que está organizando seus processos de trabalho. É muito importante para nossos alunos conhecer os desafios de implantar um sistema de regulação que melhore o acesso da população e reduza o tempo de espera, qualificando o SUS nos municípios. Para nós é uma grande satisfação poder ver o sistema funcionando e as pessoas disponíveis para conquistar resultados bem concretos como a redução de tempo de espera para atendimento”.Cursando o terceiro ano da disciplina de Regulação e Saúde, Eduardo Trentino destacou que a visitante irá associar ao currículo. “A matéria de Regulação nos traz a atenção para o controle de vagas. Conhecer de perto o funcionamento de como monitorar este complexo em uma Prefeitura é realmente muito interessante para a carreira profissional”. Já o aluno Alec Brian Lacerda, de 21 anos, reforçou a questão da experiência. “Em sala de aula vemos a teoria e um modelo de atuação, aqui podemos ver na pratica como funciona um modelo real praticado e como os profissionais conduzem todas as demandas”, comemorou.Para o vice-prefeito e superintendente da Unidade de Assuntos Institucionais e Comunitários, Luiz Zacarias, as visitas são motivo de orgulho para a cidade. “São diversos os investimentos que estamos realizando na saúde. O resultado já está acontecendo e, para nós, poder apresentar o fluxo de trabalho e nossas propostas e projetos é muito importante para a troca de experiências”, concluiu.A Prefeitura já entregou duas unidades dentro do programa Qualisaúde neste ano: UPA Bangu, em abril, e a Unidade de Saúde da Família Jardim Cipreste, em agosto, além de serviços uma vez que o Meio de Gestão de Suprimentos da Saúde, em abril, e o Multíplice Regulador Municipal, em julho. Estão previstas ainda mais unidades a serem entregues até o final do ano: US Campestre, US Bom Pastor, US Humaitá, US Parque das Nações, US Parque Novo Oratório, Meio de Especialidades III, UPA Jardim Santo André, UPA Perimetral e Reabilita.

Representantes da Prefeitura de Jundiaí e alunos do curso de saúde pública da USP visitaram Santo André nesta sexta-feira para conhecer ações do programa. Santo André recebeu nesta sexta-feira (31) a visita de representantes da Secretaria de Saúde de Jundiaí e de alunos do curso de Saúde Pública da USP

Tudo Sobre a cidade de Santo André

Ou leia mais sobre todas as 7 cidades do Grande ABC Paulista.

 

Qualisaúde se torna referência para outras cidades
Avalie esta notícia