Ramalhão visitante pacientes com cancro

0
189

Os atletas do Santo André viveram dia dissemelhante ontem. Após
treino realizado pela manhã, que abriu os trabalhos com foco no
jogo contra o Ituano, sexta-feira, às 21h, no Bruno Daniel, que
decide o Troféu do Interno – o primeiro duelo,em Itu, terminou
1 a 0 para os anfitriões –, secção do grupo foi ao meio de
oncologia pediátrica da Faculdade de Medicina do ABC, onde fez
a alegria das crianças.

Praticamente todos os titulares estiveram presentes. Chegaram
envergonhados, mas em questão de minutos se soltaram, pegaram
as crianças no pescoço e transformaram a pujança do envolvente.
“Quando vem pessoal dissemelhante, desvincula a teoria de
ambulatório, de injeção, de doença. O envolvente fica bom porque
quebra a rotina de sofrimento. É ótimo para as crianças, para a
equipe e para as famílias”, explicou o responsável pelo setor,
Jairo Cartum. “As crianças ficam mais felizes, gera impacto
súbito. Elas sorriem, brincam. (A visitante) traz astral
dissemelhante e, consequentemente, faz com que o paciente interaja
melhor com os profissionais”, acrescenta.

O meio faz em média 200 atendimentos por mês e recebe com
frequência visitante de integrantes da sociedade. “Gostaria que
fossem mais frequentes (as visitas), mas têm aumentado. A
sociedade precisa nos estribar, saber e nos ajudar a nos
desenvolver. Vindo cá é um esteio, fazendo toquinha para as
crianças no inverno é outro tipo de ajuda, doando recursos,
rezando pelas crianças, tudo é válido”, agradece Jairo.

Os jogadores também aprovaram a experiência. Um dos mais à
vontade era o atacante Henan, bombeiro do Ramalhão no
Paulista, com sete gols, e que já marcou uma vez no Troféu do
Interno. “Primeira vez que venho. Acho bacana, a gente, muitas
vezes, é visto uma vez que exemplo e eles são exemplos de superação
para nós. Muito legítimo essa iniciativa do Santo André. Pela
dificuldade do calendário não conseguimos vir antes, mas viemos
na hora certa porque estamos em uma semana importante e vai
servir de incentivo para invadir o título na sexta-feira”,
comentou.

O lateral-direito Cicinho já é mais experiente nesse tipo de
ação. “É gratificante para mim. Gesto lindo que deveria
ocorrer em vários clubes. Na Europa tive o privilégio de
participar de algumas ações assim, estão acostumados a fazer
isso. Para nós, que vivemos reclamando da vida, serve de
inspiração. Saímos renovados, dando mais valor para as coisas.
A vitória de sexta-feira vamos destinar a eles”, prometeu.

Diretoria faz promoção para atrair público ao Bruno
Daniel

O Santo André espera colocar 10 milénio pessoas no Bruno Daniel,
sexta-feira, às 21h, quando determinará o título do Troféu do
Interno, contra o Ituano. No primeiro jogo, em Itu, o time da
moradia venceu por 1 a 0, o que obriga a equipe da região a fazer
dois gols de diferença para permanecer com o título ou um para levar
a disputa aos pênaltis. O campeão ganha vaga na Despensa do Brasil
de 2018.

O ingresso terá preço único de R$ 10, sendo que estudantes,
professores da rede pública e deficientes físicos pagam R$ 5.
Outra opção é trocar o bilhete por dois quilos de víveres não
perecíveis (exceto sal e açúcar). Idosos supra de 60 anos e
crianças entram de graça.
A partida marca a reinauguração solene do sistema de
refletores do Bruno Daniel. Desde 2011, quando foi derrubada a
marquise do setor de cadeiras, o Santo André teve de atuar pela
manhã ou à tarde. Por isso, a expectativa é grande.

Os torcedores do Santo André terão chegada às duas arquibancadas
e o Ituano, unicamente ao setor tradicionalmente doado aos
visitantes. Os víveres arrecadados serão doados ao banco de
víveres da Prefeitura de Santo André.

A venda e a troca começam hoje, das 8h às 20h, na sede do
clube, no Jaçatuba. A bilheteria do Bruno Daniel vai perfurar
quinta-feira, das 9h às 17h, e sexta, das 9h às 22h.  

Ramalhão visitante pacientes com cancro
Avalie esta notícia