Rautenberg sai por 60 dias e Marcos da Farmácia assume

187

O vereador de Santo André Roberto Rautenberg (PRB) confirmou
ontem o retiro das funções parlamentares pelo período de
60 dias.

Conforme o Diário havia antecipado na semana passada, o
republicano cogita desabitar o procuração por conta do sucesso da
rede de liceu[1]s
esportivas e a quantidade de compromissos profissionais
relacionados ao negócio, além do traje de ter sido pai
recentemente, assuntos que influenciariam na decisão do
parlamentar.

Outro ponto que foi levado em consideração pelo vereador foi um
problema no joelho, que demandaria tratamento médico intenso.

Na sessão de ontem, o suplente Marcos da Farmácia (PSB) assumiu
o função e deve permanecer na Câmara pelo menos até o retorno de
Ronaldo de Castro (PRB), distante por conta de uma cirurgia.

“Espero invadir alguma coisa em relação ao Executivo, por
menor que seja, para ajudar o munícipe. Queríamos uma
utensílio grande, que era ser vereador, quando seria possível
ajudar o cidadão. Mas com essa utensílio pequena podemos fazer
alguma coisa também”, pontuou o socialista.

Na eleição de 2016, a formação da placa de vereadores, com PRB
e PSB, que forneceu suporte ao projeto do ex-prefeito Aidan
Ravin (PSB), foi criticada pela presença dos dois vereadores
republicanos que acabaram eleitos – Ronaldo de Castro e
Rautenberg. Na prática, diminuiu o número de vereadores do PSB.

Com a novidade composição, os socialistas terão pelos próximos dias
bancada formada por três vereadores: o presidente da Mansão,
Almir Cicote, Jorge Kina e Marcos da Farmácia. “Só foi eleito
um vereador, mas é importante dar espaço para os suplentes
assumirem, isso fortalece a e o grupo político. O PSB nem
esperava por isso e não sabemos quanto tempo insistirá esse
processo”, reconheceu Cicote.

A sessão de ontem durou quase duas horas e não foram realizadas
votações de projetos. Na opinião do líder de governo, Pedrinho
Botaro (PSDB), os trabalhos seguem em ritmo normal. “Hoje
(ontem) foi um dia atípico. Tínhamos um conciliação entre os
vereadores para diferir a votação de algumas matérias, mas o
Legislativo tem trabalhado bastante, tanto que na semana
passada tivemos discussão intensa sobre o horizonte das entidades
assistenciais”.

Rautenberg sai por 60 dias e Marcos da Farmácia assume
Avalie esta notícia