Região recebe recursos para a Saúde

170

As sete cidades do Grande ABC receberam em agosto, de contrato
com informações divulgadas ontem pelo Ministério da Saúde, R$
1,08 milhão do governo federalista, em razão do cumprimento de
metas de vigilância em 2016, estipuladas pelo PQA-VS (Programa
de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde). Os recursos
destinam-se ao custeio e aperfeiçoamento das ações na área,
uma vez que pagamento de pessoal, capacitação, confecção de materiais
instrutivos, compra de materiais de consumo e contratação de
serviços de terceiros.

Os valores repassados foram baseados no desempenho de 15
indicadores do programa, entre os quais número de visitas
realizadas por agentes de endemias, exames para identificar
doenças uma vez que sífilis e HIV e cobertura vacinal. Também levou-se
em consideração o porte populacional e o valor do piso fixo de
vigilância em Saúde.

Santo André alcançou seis metas do PQA-VS e recebeu R$
266.754,88. São Bernardo atingiu sete indicadores, e o valor
guiado foi de R$ 357.976,54. São Caetano, com êxito em
cinco metas, conquistou R$ 49.461,51. Diadema cumpriu seis
indicadores, que lhe renderam R$ 154.907,96. Mauá recebeu R$
198.629,93 por sete metas atingidas; Ribeirão Pires, R$
37.683,95 pelo cumprimento de cinco indicadores, e Rio Grande
da Serra, R$ 24.189,64, por alcançar seis metas do programa.

RECURSO ESTADUAL

A área da Saúde de Santo André também recontará com verba de R$
75 milénio para aquisição de equipamentos, indicado por emenda
parlamentar do deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT-São
Bernardo). A Secretaria Municipal de Saúde informou que ainda
não definiu a lista de equipamentos que serão adquiridos, “pois
não recebeu formalmente os documentos referente a levante
convênio”.  

Região recebe recursos para a Saúde
Avalie esta notícia