Rock aproxima Ceni de Pratto, que enfrenta o Atlético-MG pela primeira vez

0
84

Não foram apenas os gols que aproximaram Lucas Pratto de
Rogério Ceni. O treinador do São Paulo tem outros pontos em
comum com o atacante. Desta maneira, a relação entre os dois
ficou sólida e a adaptação do camisa 14 ao time pôde acontecer
de forma acelerada. Já se sentindo em casa, o argentino
enfrenta o seu ex-clube, Atlético-MG, pela primeira vez, neste
domingo, às 16h, no Morumbi.

Assim como o ex-goleiro, Pratto gosta de ouvir rock no seu
tempo livre. A paixão dos dois pelo estilo musical chama a
atenção. Rogério Ceni arrisca acordes na guitarra e, nos
últimos anos da carreira, entrava em campo no ritmo de uma de
suas bandas preferidas, o AC/DC. Aliás, nesta temporada a
equipe tricolor voltou a ser recebida no Morumbi  ao som
de Hell’s Bell’s. 

“Hell’s Bell’s está bom. Ele entrou muito tempo com essa
música, conquistou muito. Podemos continuar com essa”, brincou
Pratto.

O argentino nunca escondeu a sua paixão pelo rock. O fanatismo
pela sua banda favorita, La Renga, é tamanho, que ele até tem
uma tatuagem em homenagem ao grupo. Por isso, os dois passaram
a ter um assunto a mais além das partidas de futebol. Tal
aproximação não é inédita no São Paulo. O volante Fabrício, que
atuou no clube entre 2012 e 2013, também dividia o gosto
musical com o ex-goleiro. Algumas vezes nas concentrações, eles
até tentavam fazer parceria na guitarra.

Homenagem por acaso

Uma banda de rock argentina que canta somente sobre futebol e
tem no nome o mesmo número de Pratto no São Paulo. A Tango 14
acabou, sem querer, fazendo referência ao centroavante que
rapidamente se identificou com o Tricolor. Pratto nunca tinha
escutado o som da banda, fundada no fim de 2005, mas prometeu
buscá-la na internet. Os integrantes se dividem na torcida
entre All Boys, Nueva Chicago, Chacaritas Juniors, Quilmes e
Boca Juniors, único dos times que já pôde contar com o futebol
de Pratto. Juanjo, o representante do Boca no grupo, só
lembrava de Pratto com a camisa do Vélez Sarsfield: “Não me
recordava de Pratto no Boca, mas que tenha o mesmo sucesso de
Calleri por aí”.

A Tango 14 já se aventurou em turnê pelo Brasil e se apresentou
na região do ABC Paulista. No show, conheceram torcedores do
Santo André e do São Caetano, times dos quais passaram a ser
fãs. Pelas histórias dos pais e pelo respeito a Pelé, embora
frisem que Maradona seja maior, também acompanham o Santos.
Agora, esperam que Pratto seja o representante do rock
argentino no Brasil. “Parece muito difícil que um argentino
tenha muito sucesso no Brasil. Tivemos Carlitos Tévez há alguns
anos, mas ele gostava só de cumbia”, brinca Juanjo.

Paixão por carros

Música não é a única afinidade entre Ceni e Pratto. Os dois
também curtem carros. Quando está de férias, o treinador
prefere pegar a estrada a viajar de avião. O ex-goleiro tem
carteira de habilitação até para dirigir veículos pesados, como
ônibus. Pratto também gosta de carros. O goleador aproveita o
tempo livre para andar pelas ruas de São Paulo.   

Adaptação a São Paulo

De maneira rápida, Pratto se adaptou à capital paulista. Desde
fevereiro no clube, ele disputou 20 partidas e marcou dez gols.
Para se acostumar com a cidade e o clube, ele também contou com
a ajuda de outros jogadores argentinos. Os compatriotas
Buffarini e Chávez são os colegas de chimarrão. Reservado e
focado no trabalho, o jogador também gosta de frequentar um
restaurante argentino com franquias no Brasil. 

FICHA TÉCNICA

São Paulo x Atlético-MG

Campeonato Brasileiro – 8ª rodada
Data: 18 de junho de 2017Horário: 16h (de Brasília)Local: Morumbi, em São Paulo (SP)Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)Auxiliares: Kleber Lucio Gil e Neuza Ines Back
(ambos de SC)

São Paulo: Renan Ribeiro; Éder Militão, Maicon
e Rodrigo Caio; Bruno, Jucilei, Cícero, Cueva e Júnior Tavares;
Marcinho e Lucas Pratto; Técnico: Rogério Ceni.Atlético-MG: Victor; Alex Silva, Leo Silva,
Felipe Santana e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago e Elias;
Otero, Robinho e Rafael Moura. Técnico: Roger Machado.

Rock aproxima Ceni de Pratto, que enfrenta o Atlético-MG pela primeira vez
Avalie esta notícia