Rota da Madeira é a nova opção de passeio em Paranapiacaba

Rota da Madeira
Crédito: Ricardo Trida/PSA
A Rota da Madeira, percurso de 34 km na região da vila de Paranapiacaba, é a nova opção para ciclistas que curtem estradas de terra e caminhantes. Localizada em área de Mata Atlântica, a rota remete ao início do século XX, quando a região era produtora de madeira utilizada em construções e na produção de carvão.O ponto de partida e chegada do novo trajeto está localizado próximo ao Locobreque, na entrada da parte baixa da vila. A rota conta com sinalização e pode ser percorrida a pé ou de bicicleta, e exige esforço médio, com pouca declividade. Para quem pretende percorrê-la, é recomendado que informe o Centro de Informações Turísticas, no Largo dos Padeiros, s/n, na parte baixa da vila.Após a saída, o trajeto percorre trecho da estrada de terra até as proximidades de Campo Grande, onde logo em seguida, passa pelo Bar do Flavio, onde é possível tomar um banho numa piscina natural. O caminho segue por uma região de mata bem preservada e plantação de eucaliptos da antiga Fazenda Suzano, já na divisa cidade de Mogi das Cruzes.Após passar por trecho rural, o visitante entra em Suzano, onde tem acesso a serviços turísticos como os pesqueiros do Mingão e o Onze. Em seguida a rota entra na Estrada do Taquarussu, que leva de volta à vila. No caminho, uma nova atração é o mirante da Pedra Grande, que pode ser acessada a pé, e de onde se tem uma vista privilegiada da região. Neste trecho encontram-se ainda a Fazenda Taquarussu, e o Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba.Para o diretor de Gestão de Paranapiacaba e Parque Andreense, Eric Tadeu Lamarca, a rota é importante pois é uma nova opção para os frequentadores da vila, além de atrair um novo público. “Neste percurso, que pode ser feito a pé ou de bicicleta, os visitantes têm contato com a natureza e contam com série de serviços turísticos”, conclui.A Rota da Madeira compõe o mosaico cicloturístico do Caminho do Sal, que interliga, por estradas de terra, as cidades de São Bernardo do Campo, Santo André, Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Salesópolis. O novo percurso foi organizado pela Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Santo André em parceria com as prefeituras de Suzano e Mogi das Cruzes. Mais informações podem ser obtidas no Centro de Informações Turísticas da Vila, no Largo do Padeiro, s/n, na parte baixa da vila, ou pelo telefone 4439-0109.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies