Santo André anuncia reajuste salarial para servidores

Cidade Viva Santo André

Crédito: Ricardo Trida/PSA
A Prefeitura de Santo André protocolou nesta terça-feira (5) na Câmara Municipal uma minuta de lei que consolida o acordo coletivo para o quadro de funcionários públicos da cidade. A proposta, elaborada com o objetivo de promover a valorização do servidor e melhora nas condições de trabalho, garante a concessão de um abono incorporado ao salário de R$ 100 para todos os colaboradores da Administração Direta e Indireta.Desta forma, 86% dos servidores terão ganho real, ou seja, acima do índice de inflação. Cerca de 2 mil funcionários terão 7% de aumento e outros 2,5 mil – que representam 33% da folha de pagamento – passarão a receber não apenas a incorporação, mas também R$ 110 de cesta básica, resultando em aumento total de 11%. A cesta básica agora também está estendida até a faixa 6, colaborando para que mais funcionários recebam o benefício.”Este projeto foi fruto de um bom e maduro diálogo com o Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos de Santo André). Nossa gestão preza por ouvir, conversar e conseguimos isso por estas pessoas que tanto fazem pela cidade. Ambas as partes entenderam as limitações financeiras atuais e chegamos nesta evolução muito grande para a grande maioria dos funcionários”, comentou o prefeito Paulo Serra, que foi à Câmara nesta terça-feira e reforçou o compromisso de que na atual gestão não haverá perdas reais para os trabalhadores.“Conseguimos com este acordo melhorar a vida dos que ainda recebem salários menores, que mais precisam. Ampliamos o valor e atingimos mais faixas. Para 2019 já estamos em tratativas para mais dois mil funcionários receberem também a cesta básica, chegando a 90% do total”, comentou o prefeito.Para os colaboradores que estão em cargos com exigências maiores e especificidades, há também a reclassificação dos cargos com a valorização nas mais diversas áreas. Um exemplo é o novo estatuto dos guardas civis municipais, já aprovado, e ainda dos seguranças patrimoniais, que está em tramitação na Câmara.“Desde o início do trabalho utilizamos o choque de gestão para acertar as contas da cidade e mesmo com todas as dificuldades que ainda passamos conseguimos fazer este acordo. É uma grande vitória para a categoria, prova disso é a aprovação da proposta em assembleia do Sindserv de forma quase unânime”, concluiu o prefeito Paulo Serra.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais