Santo André apresenta detalhes da licitação de transporte na Vila Luzita

Cidade Viva Santo André

Publicação do edital que prevê reforma de terminal, novos ônibus e abertura de estações ocorrerá em janeiro tendo como objetivo definir empresa que vai operar transporte coletivo na região
Crédito: Julio Bastos/PSA
Passageiros que utilizam os ônibus municipais que atendem a Vila Luzita terão boas notícias no próximo ano. Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (21), a Prefeitura de Santo André apresentou os detalhes da licitação do transporte coletivo que atende o bairro, que resultará em diversas melhorias para os usuários. A licitação, cujo edital será publicado em janeiro, tem como objetivo definir a empresa que vai operar as 82 linhas de ônibus que passam pela região, e prevê novidades como a reforma do terminal da Vila Luzita, modernização dos ônibus e abertura de duas novas estações no corredor da avenida Capitão Mário Toledo de Camargo.Atualmente existem três linhas que ligam o Terminal da Vila Luzita ao centro. Chamadas de Linhas Troncais, elas passarão a contar com pontos para carregamento de celular, Wi-Fi, painéis digitais que indicam a próxima parada, ar condicionado, além de motor traseiro e veículos novos. As 16 Linhas Alimentadoras, como são chamadas as que ligam os bairros ao Terminal Vila Luzita, terão adequação nos tipos de veículos e idade máxima de cinco anos de uso. A abertura da licitação está prevista para fevereiro, cerca de 30 dias depois da publicação do edital.Além das melhorias nos veículos, a empresa que vencer a licitação também será responsável pela reforma no Terminal Vila Luzita. O projeto de requalificação do local conta com troca de telhas, instalação de domo em acrílico e instalação de manta termoacústica. Além disso, haverá a construção de banheiros e passagens elevadas, troca de gradis de ferro por placas divisórias em vidro, troca de piso, adequação de acessibilidade, instalação de mais bancos e lixeiras, nova comunicação visual, entre outras melhorias.Também estão previstas a construção de duas novas estações no corredor da avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, melhorias no pavimento e implantação de um programa de responsabilidade ambiental para adoção de tecnologia sustentável. Como o contrato é válido por 20 anos, caso sejam feitos projetos viários como a abertura de uma nova estação de trem, construção da Linha 18 –Bronze do Metrô e construção do Corredor Taioca, também estão previstas no contrato a criação de novas linhas e possíveis alterações em linhas já existentes.Para o secretário de Mobilidade Urbana, Edilson Factori,  a abertura de uma nova concessão é fundamental para a implantação das melhorias que o Lote B precisava. “É um sistema importante porque corresponde a quase 25% do número de passageiros diários e resolve uma questão que está pendente desde o ano passado, quando foi feito um contrato emergencial para suprir temporariamente as nossas necessidades. Agora temos os elementos que precisávamos para a elaboração desse edital de licitação definitiva”, disse o secretário.Poderão participar da licitação empresas ou consórcio de empresas que atendam as condições exigidas no edital com os requisitos mínimos de qualificação: habilitação jurídica, regularidade fiscal, qualificação econômico-financeira e qualificação técnica. A assinatura do contrato com a nova empresa será feita na primeira metade de junho de 2018, com início de operação previsto ainda para o mesmo mês. O contrato custará R$ 123 milhões para a empresa, valor baseado no investimento das melhorias planejadas.Com média de 836 mil de passageiros, os ônibus da Vila Luzita atualmente é administrado pela Transportadora Turística Suzano Ltda (Suzantur). Sua escolha foi determinada após desistência das empresas Viação Guaianazes de Transporte Ltda, Viação Curuçá Ltda e Empresa de Transporte Urbano e Rodoviário Santo André Ltda, em outubro de 2016, por não apresentarem propostas de participação no procedimento de contratação emergencial. A Suzantur passou a operar a partir das 0h do dia 8 de outubro do mesmo ano.Santo André possui 49 linhas divididas em 2 lotes. Ao todo são 393 veículos na frota, sendo 312 do Lote A e 82 do Lote B. A idade média dos veículos é de cinco anos e a idade máxima varia de oito a 12 anos, dependendo do tipo de ônibus. A licitação, cujo edital será publicado em janeiro, diz respeito à sub-concessão do Lote B.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais