Santo André conquista Poupatempo do Empreendedor

191

Paulo Serra e equipe da Secretaria de
Desenvolvimento Econômico

Crédito: Ricardo Trida/PSA

Porquê forma de priorizar a modernização e simplificar o processo
de introdução para novas empresas, a Prefeitura de Santo André
assinou na tarde desta segunda-feira (11), no Palácio dos
Bandeirantes, convênio com o Governo do Estado para formalizar
a instalação do Via Rápida Empresa (VRE). O evento contou com a
presença do prefeito Paulo Serra, do secretário de
Desenvolvimento Econômico e Geração de Tarefa, Ailton Lima, e
do governador Geraldo Alckmin, e reuniu autoridades de diversas
cidades para participar do programa.

Também chamado de Poupatempo do Empreendedor, o sistema integra
todo o fluxo de introdução da empresa, desde a emissão do CNPJ
até as licenças de funcionamento. A instalação garante a
ingresso única de dados, transparência dos processos,
racionalização na fiscalização, integração dos órgãos e
segurança da informação. O programa já funciona em Santo André
desde o dia 29 de junho e foi instalado para diminuir diversas
questões burocráticas, além de facilitar a formalização da
introdução de novas empresas no prazo de unicamente sete dias. O
prazo atual é de 90 a 120 dias, em média.

De entendimento com Paulo Serra, a instalação do VRE pode servir uma vez que
um estímulo aos empreendedores devido à simplicidade para penetrar
uma empresa com o programa na cidade. “Tiramos do papel mais um
importante projeto. É um grande processo de modernização e
desburocratização para fazermos com que Santo André volte a
crescer. O empreendedor que quiser trabalhar na nossa cidade
terá a Prefeitura uma vez que um facilitador, com sistema, inovação e
tecnologia”, afirmou o prefeito. 

Só nos dois primeiros meses de instalação na cidade, ou seja,
até dia 31 de agosto, foi analisada a viabilidade de 
3.691 empresas. Anteriormente eram feitas as emissões
automáticas de muro de cinco alvarás de funcionamentos por
mês, mas depois da instalação do sistema, 113 empresas tiveram
sua emissão em menos de um dia.  Levantamento feito entre
os dias 28 de agosto e 1º de setembro mostra que 69% dos
processos que chegaram por meio do VRE foram analisados no
mesmo dia,  sendo 93% feitos em até um dia útil.

Para Ailton Lima, a redução na burocracia para que um novo
empreendimento seja cândido influencia diretamente no bolso dos
investidores. “O tempo de introdução para uma empresa se instalar
gera muito dispêndio para ela. Com o VRE, conseguimos reduzir isso
de forma drástica. Estamos na nossa melhor performance.
Conseguimos atingir com êxito nossas metas em muito pouco
tempo, inclusive nossa equipe foi elogiada pelo próprio Governo
do Estado e estamos muito satisfeitos com nosso desempenho”,
contou o secretário.

O projeto é uma iniciativa do governo do Estado de São Paulo,
vinculado ao programa federalista REDESIM Vernáculo. Ele se divide
nas fases de viabilidade, registro e licenças de funcionamento.
O sistema está instalado em muro de 100 cidades e Santo André
fazia tentativas de se integrar há quase 10 anos. Apesar de
oficializar a adesão unicamente nessa segunda-feira, a equipe VRE
da Prefeitura já está plenamente estruturada, fornecendo totalidade
atendimento por telefone, sem premência de atendimento
presencial. Para esclarecer dúvidas quanto ao processo, basta
vincular para os números 4433-0176 e 4433-0493.

Santo André conquista Poupatempo do Empreendedor
Avalie esta notícia