Santo André desafia Ituano em final

0
232

O Santo André partiu ontem para a última viagem do primeiro
semestre – e possivelmente do ano, se o clube confirmar a
ausência na Despensa Paulista. O trecho até Itu, onde o time faz
hoje, às 16h, o primeiro jogo da final do Troféu do Interno,
contra o Ituano, é limitado, mas suficiente para que os jogadores
se mantenham focados na luta pelo título, já que naturalmente a
maioria tem sido assediada com propostas para atuar no restante
da temporada.

Sérgio Soares garante que o foco está mantido e que a motivação
é proveniente para quem disputa final de campeonato. “É um jogo de
180 minutos (a volta será dia 28, às 21h, no Bruno Daniel) e
estamos indo para esse primeiro tempo de 90 muito preparados, com
nível de concentração saliente. A motivação está subida só por
estar na decisão. Sabemos que o título dá visibilidade, com
chance de ter alguma coisa no segundo semestre, já que o Santo
André está em dúvida se vai jogar a Despensa Paulista. Muitos têm
mercado nas Séries A, B e C do Brasiliano, então a expectativa
é ótima. Estão todos focados, sabendo que a final é mais um
momento que tem de aproveitar”, sugeriu o técnico, que vai para
o Goiás ao término da competição.

Secção da conversa que o treinador teve com o elenco antes do
treino de ontem foi no sentido de manter o alerta ligado e,
certamente, deve fazer segmento da preleção a situação ruim que o
Santo André vivenciou durante a temporada até a decisão.

“Voltamos ao Santo André depois de sete anos que chegamos à
final do Paulista e agora temos mais uma decisão pela frente,
desta vez do Troféu do Interno. Depois de tudo que passamos,
da tensão no jogo contra o Audax, que foi nossa manutenção,
estarmos na final, tem de saber aproveitar esse momento, fazer
bom jogo e trazer a decisão para Santo André”, ressaltou Sérgio
Soares.

O treinador terá dois reforços para o confronto. Renovado de
pisão no pé recta, o zagueiro Leonardo vai renascer na vaga
de Samuel Teram. Já o volante Dudu Vieira retorna após satisfazer
suspensão e entra no lugar de Fernando Neto.

Do Ituano, Sérgio Soares espera time dissemelhante do que enfrentou
há duas semanas, na segunda rodada do Troféu do Interno. “Do
jogo que fizemos saíram alguns jogadores, porquê o Morato
(atacante, que foi para o São Paulo) e o Igor (meia, que se
transferiu para o Atlético-GO). Mesmo assim, sabemos da
dificuldade que vamos enfrentar, mas estamos preparados para
fazer grande jogo e trazer a decisão para moradia, ao lado do
torcedor”, finalizou.

CARAVANAOs torcedores terão ônibus para ir
até Itu. A passagem custa R$ 10 e o coletivo transporá às 12h, do
Bruno Daniel.

Diretoria estende o vínculo do volante Dudu Vieira e o
empresta ao Figueira

Uma das principais revelações do Santo André, o volante Dudu
Vieira vai reforçar o Figueirense na Série B do Campeonato
Brasiliano, logo que terminar o Troféu do Interno. O jogador
de 23 anos estendeu seu vínculo com o Ramalhão até o término de
2019 e foi emprestado ao time catarinense até dezembro.

A ida de Dudu para o Figueirense é indicação do ex-assessor da
presidência do Ramalhão Carlito Arini, que deixou o time do
Grande ABC no término da primeira temporada do Campeonato Paulista e
assumiu a diretoria de futebol da equipe catarinense. Ele
também já acertou a contratação do atacante Henan, que tem
vínculo com o Santo André até o término de abril.

Outros jogadores com contrato vigente devem ser emprestados no
segundo semestre, caso do meia-atacante Guilherme Garré, também
revelado nas categorias de base, que pode reforçar o São Bento,
na Série D do Brasileirão. Na semana passada, a diretoria já
havia ofertado o lateral-esquerdo Paulinho ao Boa Esporte, que
disputa a Segundona do Mineiro.

Com pré-contrato assinado com o Goiás para o segundo semestre,
o técnico Sérgio Soares deve levar alguns jogadores do Santo
André para o Esmeraldino, mas evitou antecipar nomes na véspera
da decisão do Troféu do Interno para evitar euforia.

Galo tenta superar clima pesado

O clima no Ituano está pesado. Apesar de se prometer na final
do Troféu do Interno, a vaga veio junto com um monte de
problemas. A saída de jogadores importantes, porquê o meia Igor e
o atacante Morato, na semana passada desmontou o time comandado
pelo técnico Roque Júnior. Prova disso foi a goleada por 3 a 0
sofrida para a Ferroviária, na última rodada.

Para piorar, o revés aconteceu justamente no Estádio Novelli
Júnior, palco do jogo de hoje contra o Santo André e a torcida
não poupou críticas ao técnico Roque Júnior nem ao presidente
Juninho, principalmente porque o time se prepara para disputar
a Série D do Brasiliano, a partir de maio.

A situação só piorou quando o atacante Claudinho usou as redes
sociais para criticar fortemente a postura da torcida. Depois,
ele justificou que o perfil era falso, mas pessoas ligadas ao
desportista confirmaram a verdade das mensagens postadas.

É nesse clima que o time junta os cacos para encarar o
Ramalhão. Roque Júnior sabe que não terá o lateral-direito
Arnaldo, outro jogador importante dentro do elenco, que está
suspenso. Ele será substituído pelo jovem Renan,
recém-promovido das categorias de base.

Ituano e Santo André se enfrentaram duas vezes nesta temporada,
na estreia do Campeonato Paulista e na segunda rodada do Troféu
do Interno e o placar foi o mesmo: 1 a 1.

Santo André desafia Ituano em final
Avalie esta notícia