Santo André lança programa para manutenção de áreas verdes

0
191

Com objetivo de fortalezar a manutenção de áreas verdes do
município, a Prefeitura de Santo André oficializou na última
semana mudanças nas regras para adoção de praça. Agora, além de
permitir empresas no processo, também inclui pessoas físicas
que queiram ser responsáveis pela defendeção de espaços de
lazer.

Para incentivar novos parceiros, a administração lançou o
programa Amigos da Praça, dos quais intuito é desburocratizar o
vetusto projeto que vigorava no município. Na prática, o novo
padrão simplifica a documentação necessária para a participação
de pessoas físicas. A partir de agora é necessário somente a
apresentação de RG, de CPF e de comprovante residencial.

Segundo a Prefeitura, antes da adaptação do vetusto projeto
vigente somente 15 áreas haviam sido adotadas em período de 18
anos. Esse número já foi ampliado para 28 neste ano, e a
expectativa é que esse índice seja estendido com o lançamento
do programa Amigos da Praça, podendo, assim, atingir maior
percentual. Santo André possui atualmente 300 praças.

“Somos muito acostumados a crer que os governos têm de fazer
tudo sozinho, e não tem. O padrão, por si só, já mostrou não
ser possível. Por mais que a gente melhore a manutenção, por
mais que a gente invista, mesmo assim não conseguimos dar
conta. Neste ano mesmo, a administração já fez a roçagem de
mais de dois milhões de metros quadrados, tapou mais de 30 milénio
buracos, trocou mais de 3.500 lâmpadas e recolheu mais de 700
toneladas de lixo que estavam espalhadas pelas ruas. Porque se
não tiver essa união e parceria com a sociedade, com as
empresas e os usuários do entorno das praças, não vamos
conseguir erigir a cidade que tanto queremos”, explica o
prefeito Paulo Serra (PSDB).

A expectativa, segundo o superintendente do Executivo, é que o programa
crie nos moradores a teoria de que todos podem ajudar a fazer
uma cidade melhor, com cada um fazendo sua segmento. Dentre as
obrigações de empresas e moradores que adotarem uma praça estão
a irrigação da área vegetada sempre que houver plantios ou em
períodos de estiagem prolongada. Os equipamentos da área verdejante
permanecem com o padrão adotado pela Prefeitura, devendo
obedecer critérios de segurança, aparência e preservação.

No caso da iniciativa privada será disponibilizado, uma vez que
contrapartida, uma imagem publicitária da empresa com nome e
logo da mesma. Já pessoas físicas poderão ter seus nomes
divulgados em placa afixada na área verdejante.

Segundo a administração andreense, interessados em participar
do programa devem enviar e-mail para
programaamigosdapraç[email protected], informando a localização da
praça de interesse. A partir disso, será realizado o convocação
público que indicará a data para que eventuais parceiros
apresentem a documentação.

Na terça-feira, a Prefeitura publicou convocação a interessados
em adotar sete espaços: praças Presidente Kennedy, Cristo
Operário, Carlos Abondante e Orfeu Scucuglia; área verdejante na
Avenida dos Estados, em frente ao Shopping Global; Largo Abel
Assunção Afonso e Parque Doutor Sérgio Cyrino da Silva.

Santo André lança programa para manutenção de áreas verdes
Avalie esta notícia