Santo André mantém liderança na criação de empregos no ABC

60

Cidade teve saldo positivo de 2.646 vagas, de acordo com dados do Caged
Crédito: Alex Cavanha/PSA
Santo André segue criando oportunidades de trabalho e renda. Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego, Santo André foi a cidade do ABC que teve o melhor saldo de geração de emprego nos últimos 12 meses, entre abril de 2017 e o mesmo mês deste ano. Quando se contabilizam as contratações e demissões neste período, a cidade registrou saldo positivo de 2.646 oportunidades de trabalho. As principais vagas estão no setor de indústria de transformação, com destaque para a indústria de produtos alimentícios.“Estamos sempre prontos a dar as melhores ferramentas, seja para quem procura por postos de trabalho ou para quem quer iniciar uma empresa e assim gerar novas vagas. O resultado está cada vez mais claro, consolidando Santo André como um grande gerador de oportunidades”, destacou o prefeito Paulo Serra. Os dados referentes somente a 2018 também são positivos e confirmam o bom momento do município. Somente no mês de abril o saldo foi de 515 contratações, sendo 415 apenas na indústria, contra apenas 118 demissões deste setor.Outro ponto de destaque é Santo André como uma cidade consumidora, o que também fortalece a economia. Conforme estudo anual divulgado pela IPC Marketing Editora, que utiliza como base dados do IBGE, FGV (Fundação Getúlio Vargas) e o Ministério da Fazenda, o município ocupa a 4ª colocação entre as cidades com maior potencial de consumo no estado de São Paulo, sendo a 14ª do Brasil.Em menos de um ano e meio, a Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Emprego, já lançou diversos programas. Primeiramente, o Via Rápida Empresa, que chegou para combater a burocracia e reduzir, de cerca de seis meses para apenas um dia, o tempo para se abrir um empreendimento na cidade. Pouco depois, a administração reabriu o CPTER (Centro Público de Trabalho, Emprego e Renda), o banco de currículos da cidade, e lançou a Sala do Empreendedor Andreense para orientar, atender e incentivar a regularização dos novos empreendedores do município.Já em 2018, o Banco do Povo Paulista também foi reaberto, para facilitar empréstimos aos micros e pequenos empresários, que por sua vez também geram empregos. Entre as ações voltadas ao empreendedorismo também estão o lançamento do programa JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos) e outras parcerias com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), que construirá sua nova sede regional em Santo André.“A atual gestão tem realizado diversas ações visando fomentar a cultura empreendedora. Desde o ano passado, Santo André ocupa uma posição de destaque na criação de oportunidades na região e busca ainda mais crescimento”, destacou o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Ajan Marques de Oliveira.

Santo André mantém liderança na criação de empregos no ABC
Avalie esta notícia