Santo André pretende reduzir em até 70% dispêndio de contrato

0
170

Em processo de análise na Prefeitura de Santo André desde
janeiro, o projeto da ciclofaixa de lazer que opera aos
domingos no município deve ter seu dispêndio, hoje estimado em R$
2,8 milhões ao ano, reduzido em até 70%, segundo projeção feita
nesta semana pelo prefeito Paulo Serra (PSDB).
Suspenso por até 60 dias pela atual gestão, o giro passa
por uma revisão administrativa que deve ter seu resultado
apresentado na próxima semana.

A expectativa do gerente do Executivo é a de que possíveis
parcerias com a iniciativa privada, que ainda permanecem em
discussão, diminuam ainda mais os gastos empenhados com o
giro. “Se conseguirmos patrocinador, podemos reduzir o
dispêndio a zero, mas, no momento, com o estudo que está sendo
feito já estimamos queda de 70% no valor atual.”

Implementada em 2015, com dispêndio estimado à época em R$ 5
milhões, quando Paulo Serra era secretário de Mobilidade
Urbana, Obras e Serviços Públicos do governo Carlos Grana (PT),
a ciclofaixa de lazer tem apresentado gradativamente redução
considerável em seu dispêndio. No início do ano pretérito, mudanças
promovidas pelo Paço andreense no tamanho do giro geraram
aos cofres públicos redução de R$ 1,6 milhão no contrato para a
operação do projeto.

Suspensa desde 29 de janeiro, a ciclofaixa de lazer no momento
passa por avaliação na administração. A teoria do Paço é a de
que até o termo do mês um estudo específico sobre a política
cicloviária da cidade seja apresentado à população.

“Estamos concluindo nos próximos dias o novo trajeto do
giro, além de promover alterações que ampliem o número de
ciclistas que passam pelo giro”, relata o gerente do
Executivo.

Com 7,85 quilômetros de faixas destinadas para ciclistas aos
domingos, a estrutura da ciclofaixa de lazer recebe média de
4.500 frequentadores por semana, número muito aquém dos 10 milénio
ciclistas projetados inicialmente. Para ampliar o índice de
usuários, o Paço empenha esforços para que o giro seja
diferente, com a possibilidade de chegar até bairros do 2º
Subdistrito ou até mesmo que seja incluído na rota de parques
do município.

Em janeiro, Paulo Serra afirmou que avaliava quatro novos
percursos.

Santo André pretende reduzir em até 70% dispêndio de contrato
Avalie esta notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here