Santo André recebe Vasco Faé, Luiz Pinheiro e Marcia Cherubin

C19c41d66a11e039b47886db3d17d96d.jpeg

Multi-instrumentista Vasco Faé durante apresentação no auditório do Instituto Acqua
Crédito: Divulgação/Instituto Acqua
O Instituto Acqua e a Rádio Brasil Atual (98,9 FM) trazem para o Grande ABC mais uma edição ao vivo do programa “Hora do Rango”, comandado pelo apresentador Oswaldo Luiz Colibri Vitta. A ação, marcada para sexta-feira (11/5), a partir das 12h, faz parte da programação pelo aniversário de 19 anos do Instituto, completos em 1º de maio, e vai reunir Vasco Faé, Luiz Pinheiro e Marcia Cherubin no auditório do Acqua – Avenida Lino Jardim, 905, Vila Bastos, em Santo André. A entrada é gratuita e os participantes poderão realizar perguntas aos artistas.Vasco Faé, multi-instrumentista reconhecido nacionalmente por seu talento, carrega na bagagem anos de blues. Entre solos de guitarra e gaita, o artista envolve técnica e interpretação vocal em suas apresentações. Utilizando recursos como pedais de efeitos, Faé mescla o psicodelismo e o blues de raíz em suas composições. No ano passado, ele se apresentou durante um dos eventos do Instituto Acqua e contagiou o público com suas levadas e harmonias.Luiz Pinheiro, que já teve suas músicas cantadas por Arrigo Barnabé, Vania Bastos e Cássia Eller, apresenta trabalho atual na sonoridade e nas temáticas abordadas. Partindo de elementos acústicos e eletrônicos, os arranjos conferem às composições uma harmonia contemporânea, valorizando o alto rigor poético das letras. Em seu álbum intitulado “3,1415” traz os cantores e compositores Jorge Mautner, Lirinha (ex-Cordel do Fogo Encantado), Vanessa Bumagny e Nô Stopa, cantando, tocando ou falando poemas.A cantora e compositora andreense Marcia Cherubin lançou recentemente seu 4º álbum, “Vai em Casa”. O CD reúne 12 músicas autorais, com repertório que remonta nossas origens. Dentro de uma visão poética e humanista, Marcia fala sobre a grandeza dos direitos, das aberrações dos preconceitos e da liberdade. Ao longo de sua carreira, a artista fez parcerias com músicos de expressão nacional, entre eles, Zé Alexandre Gomes – parceiro de Oswaldo Montenegro, Lula Barbosa e Tavinho Lima. Seus dois últimos trabalhos foram indicados ao prêmio da música brasileira e seu repertório autoral conta com músicas consagradas e premiadas em grandes festivais da música popular brasileira.Para Ronaldo Querodia, diretor-presidente do Instituto, receber os artistas em Santo André é, sobretudo, cumprir um papel importante para disseminar a cultura e colocar o Grande ABC em rota da música popular brasileira de qualidade. “Nossa região é riquíssima no segmento artístico. Não podemos deixar de lado grandes nomes que estão surgindo e outros tantos talentos que muitas vezes só são conhecidos do eixo São Paulo-Rio de Janeiro. É preciso valorizar a música e investir em projetos que ajudem essa classe artística que bem representa nossa sociedade.”Programa democráticoO “Hora do Rango” é um programa que abrange diversidade musical refletindo a variedade cultural do país. Colibri Vitta, apresentador que recentemente venceu o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) como produtor musical, mantém a característica da atração ao receber grandes nomes da música brasileira que muitas vezes não encontram espaço em outras mídias e também oferece apoio aos novos talentos que iniciam divulgação dos trabalhos. “Nosso programa é pautado pela qualidade musical e tem o dever de apresentar artistas que carregam enorme talento, mas muitas vezes encontram dificuldades para divulgar seus trabalhos. Recebemos gente do samba, do rap, da MPB e, claro, do rock. Variedade é nossa marca”, garante.ServiçoHora do Rango ao vivo em Santo AndréSexta-feira, 11 de maio, das 12h às 14hLocal: Avenida Lino Jardim, 905, Vila Bastos, Santo André (SP)Entrada gratuita

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais