Santo André recebe workshop sobre acessibilidade

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com o CAU/SP (Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo), realizará o workshop “Acessibilidade – Contexto urbano contemporâneo”, de capacitação em acessibilidade e desenho universal com o workshop, nesta quinta-feira (23), das 9h às 18h. O curso será ministrado na Universidade Federal do ABC, Campus Santo André (Avenida dos Estados, 5001, no bairro Santa Terezinha).

Os interessados podem se inscrever através do e-mail adm@causp.org.com e informar nome completo, telefone, número de registro no CAU e se há necessidade de algum suporte de acessibilidade. Todos os participantes recebem certificado do CAU/SP.

Entre os assuntos abordados, estão: “Acessibilidade e a Prática Profissional”, “Conceito e Aplicação de Desenho Universal na Arquitetura”, “Legislação e Normas Técnicas”, “RRT e o Decreto Federal 5.296/04”, “A Urbe e a Lei Brasileira de Inclusão” e “Peculiaridades da região”. Ao final do curso, os participantes são submetidos à vivência com cadeira de rodas, bengala longa e vendas em locais públicos.

Voltada para arquitetos e urbanistas, a iniciativa tem o objetivo de fomentar o conhecimento e o entendimento dos profissionais sobre os temas, para que todas as obras e projetos passem a contemplá-los. O workshop visa garantir que as construções sustentáveis e inclusivas sejam adequadas à diversidade humana.

A atividade ocorrerá em Piracicaba e nas sedes regionais do CAU/SP responsáveis pelo atendimento aos profissionais da área de arquitetura e urbanismo dos 645 municípios paulistas. Participam da iniciativa: São Paulo, Santos, São José dos Campos, Sorocaba, Mogi das Cruzes, Campinas, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Bauru e Grande ABC.

Em dezembro de 2013, o Governo do Estado de São Paulo inaugurou o primeiro Centro de Tecnologia e Inclusão para pessoas com deficiência, no km 11,5 da Rodovia dos Imigrantes, em São Paulo. O espaço é composto por quatro casas e um teatro com capacidade para 50 pessoas. São 30 ambientes que oferecem orientação, aconselhamento profissional, atividades artísticas para estimular a relação interpessoal, laboratório de imagem e autocuidado, orientação e mobilidade para pessoas com deficiência visual com oficinas de libras, braile e comunicação alternativa.

Há atividades para formação de gestores de política e profissionais que trabalham com gestores de pessoas com deficiência e também para os profissionais, através de cursos de atualização para órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, manutenção e cuidado para cadeira de rodas e formação de cuidadores ou atendentes de pessoas com deficiência. 

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais