Santo André reorganiza atendimento em UPAs em função do crescimento de casos de Covid-19

Santo André reorganiza atendimento em UPAs em função do crescimento de casos de Covid-19 :

Santo André reorganiza atendimento em UPAs em função do crescimento de casos de Covid-19


Crédito: Alex Cavanha / Prefeitura de Santo André

Para reforçar a estratégia de combate à pandemia e garantir atendimento qualificado aos pacientes com Covid-19 em razão da alta demanda, a Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Saúde, está redirecionando os fluxos nas UPAs Bangu, Perimetral e Faisa. Dessa forma, evita-se o comprometimento do fluxo nos hospitais de campanha.

A UPA Bangu agora é referência para avaliação dos casos e suporte inicial para internação, evitando que pacientes com Covid-19 ou suspeita fiquem nas demais UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) da cidade aguardando diagnóstico e transferência para os hospitais de campanha.

Já a UPA Perimetral passa a ser referência para internação clínica, antes realizada no CHM. Assim, foi possível garantir a instalação de 50 novos leitos de UTI no Centro Hospitalar Municipal.

A UPA Faisa se tornou referência para internações pediátricas, com o intuito de preservar as crianças, seus acompanhantes e evitar o risco de contágio.

Apesar das mudanças, todas as UPAs de Santo André mantém atendimento para as emergências (acidentes, infarto, AVCs ou outros casos que apresentem risco iminente de morte). Santo André conta ainda com as UPAs Central, Vila Luzita, Sacadura Cabral e Jardim Santo André, que prestam serviço todos os dias da semana, 24 horas por dia.

Além disso, as 32 unidades básicas de saúde da cidade passam a dar suporte no pronto-atendimento, especialmente diagnósticos de síndrome gripal. Os atendimentos são realizados de segunda a sexta.

Santo André tem atualmente sob gestão municipal 567 leitos destinados exclusivamente à Covid-19, sendo 189 de UTI.

“Nosso compromisso é com a nossa gente. Garantir atendimento com dignidade, um compromisso. Por isso que respeitar as regras é fundamental. A vacina salva vidas e o distanciamento social as mantém. Oremos por cada uma delas”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies