Santo André retoma projeto de iluminação

189

A Prefeitura de Santo André anunciou ontem a retomada do
projeto Banho de Luz – iniciado em 2013 e paralisado desde 2015
–, que prevê a revitalização e substituição de 40 milénio pontos de
iluminação pública na cidade. A previsão da administração é
fazer 4.000 instalações ainda neste ano e atingir 50% do número
totalidade até 2020, quando termina o procuração do prefeito Paulo
Serra (PSDB).

Segundo os cálculos da administração, o investimento totalidade para
a modernização do sistema está calculado em R$ 8 milhões,
recursos oriundos da CIP (Contribuição de Iluminação Pública),
cujos valores são cobrados diretamente na conta de vigor dos
consumidores da cidade.

Sete bairros, de três regiões do município, começam a receber
novas lâmpadas e luminárias já a partir da semana que vem: Vila
Curuçá, Parque das Nações, Bangu, Jardim Stella, Jardim
Jamaica, Jardim Oriental e Jardim Cristiane.

“Melhoramos o sistema, e demos esse tempo de quase nove meses
para fazer um bom diagnóstico. Assim, conseguimos melhorar as
equipes e nos preparar melhor. justamente para que quando o
programa fosse retomado, a equipe estivesse em condições de
revitalizar 1.000 pontos por mês”, explicou o superintendente do
Executivo, durante o anúncio de retomada do projeto, ontem à
tarde, no Paço.

As vias principais de cada bairro, porquê corredores de entrada,
receberão lâmpadas de LED, que consomem menos vigor e
iluminam melhor. Já nos locais de grande movimentação, porquê
áreas onde haja escolas, serão usadas lâmpadas de vapor
metálico, também considerada luz branca. Vias secundárias terão
iluminação a vapor de sódio, que são de luz amarela, mas mais
modernas e de maior intensidade.

“Temos ainda 40% das luminárias da cidade com mais de 30 anos
de uso e que possuem exclusivamente 20% de luminosidade. Santo André
ainda é escura e mal iluminada”, reconheceu Serra.

Ainda de pacto com o prefeito, a cidade não tem pontos
críticos e problemas sérios com a iluminação porquê em 2013,
quando eram comuns luzes apagadas. “Colocamos ordem na lar,
principalmente na questão financeira. Onde a gente entra com o
programa notamos avaliação muito boa da questão de iluminação
pública.”

Desde o lançamento do programa foram instaladas 12 milénio novas
lâmpadas. Para o prefeito, não se trata exclusivamente da substituição,
pois o que se espera é a melhora na qualidade de vida e mais
segurança à população. Ao todo, Santo André conta com 52 milénio
pontos de iluminação espalhados pela cidade.

Santo André retoma projeto de iluminação
Avalie esta notícia