Santo André se une às cidades vizinhas para pleitear Jogos Abertos do Interno

136

Santo André se une às cidades
vizinhas para pleitear Jogos Abertos do Interno

Crédito: Júlio Bastos/PSA

Em uma ação inédita no âmbito esportivo, cinco cidades do ABC
se juntaram para pleitear a realização dos Jogos Abertos do
Interno deste ano. Nesta quarta-feira (16), Santo André,
representada pelo vice-prefeito Luiz Zacarias, São Bernardo do
Campo, com o prefeito Orlando Morando e São Caetano do Sul, com
o prefeito José Auricchio Jr., se encontraram com o secretário
de Esporte, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo, Paulo
Gustavo Maiurino, na sede da Pasta na Capital. Mauá e Ribeirão
Pires também fazem segmento do projeto. No encontro, o titular da
Pasta esportiva elogiou o planejamento e dará uma resposta
final até o término deste mês.

“Fomos muito muito recebidos pelo secretário, que gostou da
proposta e estudará a teoria. Nascente projeto segmento de todo o ABC,
representado pelo Consórcio Intermunicipal, e Santo André está
junto desta ação inédita, já que os Jogos Abertos nunca
aconteceram em uma união de cidades. Santo André sempre foi um
pólo de bons atletas e temos desta vez um governo muito atuante
na área esportiva, focado em resgatar o esporte da cidade. As
gestões anteriores pararam de olhar para leste lado, mas o
prefeito Paulo Serra e a Secretaria de Esporte e Prática
Esportiva está desempenhando um grande trabalho para colocar
Santo André novamente em evidência”, comentou o vice-prefeito
Luiz Zacarias.

Ao lado de São Bernardo e São Caetano, a cidade pretende
receber os atletas nos alojamentos, além de disponibilizar
equipamentos esportivos, uma vez que os ginásios Pedro Dell’Antonia,
Noêmia Assumpção e Parque Celso Daniel. Mauá e Ribeirão Pires
também oferecerão praças esportivas, caso o projeto seja
reconhecido. As “Olimpíadas Caipiras” acontecem tradicionalmente
entre o final de outubro e o início de novembro. Santo André já
foi campeão dos Jogos por 12 vezes.

“Uma importante proposta da nossa secretaria é resgatar o
orgulho andreense no esporte de competição, referência na
década de 1980 na cidade. Período em que a base esportiva
estruturada era o fator incentivador para crianças e jovens
buscarem o esporte uma vez que lazer ou utensílio de ascensão social.
Queremos aproximar, novamente, e incentivar o munícipe a
participar das ações esportivas locais. Dessa forma, os Jogos
Abertos serem realizados na região auxiliam ainda mais nesse
propósito. O  envolvimento e esteio  do prefeito Paulo
Serra nas ações da secretaria vêm viabilizando a realização de
todo esse projeto voltado à qualidade de vida dos moradores e,
também, aos apaixonados  pelo esporte em Santo André”,
definiu o secretário de Esporte e Prática Esportiva, Marcelo
Chehade.

“A possibilidade de sediar os Jogos Abertos Horácio Baby
Barioni conjuntamente é muito interessante. A qualidade dos
equipamentos esportivos e toda infraestrutura da região do ABC
permitem, certamente, que o evento seja realizado
tranquilamente. Trata-se de uma competição de 81 anos de
tradição, reveladora de talentos esportivos e que reúne
aproximadamente 15 milénio participantes. A Secretaria de Esporte,
Lazer e Juventude do Estado de São Paulo (SELJ) vê com muita
positividade o interesse a e união da região para sediar os
Jogos”, afirmou o secretário de Esporte, Lazer e Juventude do
Estado de São Paulo, Paulo Gustavo Maiurino.

Santo André se une às cidades vizinhas para pleitear Jogos Abertos do Interno
Avalie esta notícia