Santo André segue com saldo positivo na geração de empregos em 2018

0
139

Santo André segue com saldo positivo na geração de empregos em 2018

 

O município de Santo André segue com saldo positivo de geração de empregos neste ano, de convenção com dados do Caged (Cadastro Universal de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Ofício. No consolidado dos cinco primeiros meses de 2018, o saldo é de 164 vagas, que é a diferença entre contratações e demissões no período.Outro oferecido significativo é o aumento de oportunidades no setor industrial. De convenção com pesquisa feita pela Fiesp e Ciesp (Federação e Núcleo das Indústrias do Estado de São Paulo), a diretoria do CIESP Santo André (que engloba ainda Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), criou 250 vagas na indústria no mês de maio.“Nosso trabalho em busca de criação de empregos para Santo André segue sendo feito diariamente,  para que a cidade volte aos trilhos de uma melhor economia, e consequentemente com crescimento nas demais áreas. O resultado está cada vez mais claro, consolidando Santo André como um grande gerador de oportunidades”, destacou o prefeito Paulo Serra.Novo empreendimento – Confirmando a retomada da economia da cidade, Santo André ganhou mais um novo estabelecimento nesta quinta-feira (21). Um grande hortifruti foi inaugurado no intercepção da rua das Figueiras com a avenida Prestes Maia. Murado de 200 empregos, entre diretos e indiretos, foram criados com o novo espaço, que soma 2,6 milénio m² de dimensão e que tem a perpectiva de atender 2,5 milénio clientes por dia.“Estamos reinserindo Santo André como um destino atrativo para os investidores, a partir de um choque de gestão que recuperou o crédito da cidade e voltou a impulsionar o crescimento econômico. Voltamos a ser protagonistas no cenário econômico nacional, atraindo novos empreendimentos e gerando emprego e renda para a nossa gente”, finalizou o prefeito.Iniciativas – Em um ano e meio, a Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Geração de Ofício, já lançou diversos programas. Primeiramente, o Via Rápida Empresa, que chegou para combater a burocracia e reduzir, de murado de seis meses para exclusivamente um dia, o tempo para se transfixar um empreendimento na cidade. Pouco depois, a gestão reabriu o CPTER (Núcleo Público de Trabalho, Ofício e Renda), o banco de currículos da cidade, e lançou a Sala do Empreendedor Andreense para orientar, atender e incentivar a regularização dos novos empreendedores do município.Já em 2018, o Banco do Povo Paulista também foi reaberto, para facilitar empréstimos aos micros e pequenos empresários, que por sua vez também geram empregos. Entre as ações voltadas ao empreendedorismo também estão o lançamento do programa JEPP (Jovens Empreendedores Primeiros Passos) e outras parcerias com o Sebrae (Serviço Brasiliano de Pedestal às Micro e Pequenas Empresas), que construirá sua novidade sede regional em Santo André.

Segundo dados do Caged, cidade mais contratou do que demitiu no consolidado dos cinco primeiros meses do ano; novo empreendimento foi inaugurado nesta quinta-feira.O município de Santo André segue com saldo positivo de criação de empregos neste ano, de acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempreg

Tudo Sobre a cidade de Santo André

Ou leia mais sobre todas as 7 cidades do Grande ABC Paulista.

 

Santo André segue com saldo positivo na geração de empregos em 2018
Avalie esta notícia