Santo André terá primeira Árvore Solar conectada do ABC

Santo André terá primeira Árvore Solar conectada do ABC :

Santo André terá primeira Árvore Solar conectada do ABC

[ad_1]

Crédito: Angelo Baima / PSA

O Parque Tecnológico de Santo André traz em sua essência a integração e colaboração entre os atores locais de ciência, tecnologia e inovação, e irá se somar às estruturas já existentes das sete cidades que compõem o Polo A cidade de Santo André será novamente referência em inovação para outras cidades, não só do ABC, como do Estado de São Paulo. Será inaugurada nos próximos dias, na rua Padre Manoel da Nóbrega, no bairro Jardim, a primeira Árvore Solar com conceito de conectividade da região, que trará diversas possibilidades tecnológicas e sustentáveis para a cidade.

Com a montagem em fase de finalização, em frente ao futuro edifício Serafina Corporate, da construtora Patriani, que será inaugurado na primeira quinzena de abril, a inovadora estrutura tecnológica está relacionada a tecnologias para conectividade.

A Árvore Solar e o conjunto de equipamentos associados, além da produção descentralizada de energia solar, permitirá também uma série de possibilidades de sensoriamento dinâmico da cidade, como medições climáticas e monitoramento de bueiros, por exemplo, além do monitoramento e gestão automatizada de aspectos do próprio edifício, tais como o consumo de água ou a produção e consumo de energia. Será possível até mesmo fazer recarga de bicicletas e patinetes elétricos no local.

Além de ter iluminações especiais, que serão alteradas em datas comemorativas, a Árvore Solar terá dez metros de altura, o que corresponde a um prédio de dois andares, com placas fotovoltaicas em formato de folhagens. A Árvore Solar é associada a um conjunto de placas fotovoltaicas instaladas no topo do prédio, que proporcionarão até 70% de redução no consumo de energia da área social do condomínio.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato, a medida inovadora é uma referência do que há de mais moderno. “As cidades que estiverem com legislações adequadas, valorizarem seu ecossistema, incorporarem às novas tecnologias e se adaptarem às novas tendências e necessidades, vão crescer e se desenvolver para melhorar a vida dos cidadãos. Com esta nova Árvore Solar, quem ganha com isso são os munícipes e a cidade, que vai ganhar em tecnologia, beleza e inovação. Essa parceria com a iniciativa privada, assim como com instituições de ensino, significa ganho para o desenvolvimento econômico da cidade, que além de se tornar referência de inovação, também gera emprego e renda”, disse.

Segundo Bruno Patriani, diretor da construtora Patriani, o local tende a ser um marco na cidade. “A Patriani fica muito orgulhosa de conseguir implantar nas ruas de Santo André a primeira Árvore Solar do Brasil com este nível de tecnologia. Foi uma parceria de sucesso com a Prefeitura que juntas conseguiram trazer para cá esta ferramenta super moderna, que valoriza o entorno. A Árvore se torna um símbolo da sustentabilidade e do pioneirismo de Santo André. A cidade encabeça essa questão de tecnologia, sustentabilidade e inovação, em uma das principais cidades do Brasil, e tem esse viés moderno. A localização do prédio e da árvore só poderiam estar em um lugar do ABC e o bairro Jardim é este local”, afirmou.

A iniciativa realizada pela Patriani foi feita em parceria com o Parque Tecnológico de Santo André e o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). Esta estrutura, viabilizada através de programa de compensação ambiental do Semasa, faz parte de um amplo programa da Prefeitura de Santo André denominado “Plataforma Conecticidade”.

Entre outros aspectos, este programa vem atuando para que a cidade de Santo André seja um laboratório aberto de soluções para cidades inteligentes, em parceria com universidades, startups e empresas inovadoras. Nesta perspectiva, inclusive, o Parque Tecnológico de Santo André, por meio do Hub de Inovação, estimula esses atores no desenvolvimento de soluções tecnológicas e inovadoras para desafios tecnológicos industriais.

A Árvore Solar, como um dos elementos do “Plataforma Conecticidade”, é um projeto conceitual e protótipo operacional de mobiliário urbano inteligente, conectado e sustentável, promovendo a experimentação e o domínio de competências em aplicações de IoT (Internet das Coisas) baseadas em mobiliário urbano, para promoção de um ambiente de negócios favorável ao desenvolvimento de tecnologias disruptivas e a estruturação de uma cidade cada vez mais conectada e inteligente.

“Cidades inteligentes” são aquelas cidades caracterizadas pela gestão integrada de diversas dimensões da vida urbana (mobilidade, sustentabilidade, habitabilidade, convivência, bem-estar, segurança pessoal e social, governança pública, entre outras), com base na aplicação intensiva de recursos tecnológicos, sobretudo telecomunicações, internet das coisas e inteligência de dados para tomada de decisão em tempo real. Portanto, esta nova estrutura fará parte desta rede tecnológica que aproxima Santo André das melhores práticas em cidades inteligentes.

O programa “Plataforma Conecticidade” já possui outras iniciativas em planejamento avançado para ampliar esta rede de conectividade da cidade, sendo este seu primeiro grande resultado. Estes esforços estão sendo trabalhados em conjunto com os esforços para ampliação da oferta de cobertura de sinal dos serviços de telecomunicações, para que a cidade de Santo André esteja com a infraestrutura adequada para operação dos serviços de 5G assim que sejam viabilizados no Brasil.

Novos investimentos – Além da inovação com a Árvore Solar, o novo edifício Serafina Corporate também irá gerar investimentos, emprego e renda em Santo André. O prédio, que teve investimento na casa dos R$ 40 milhões, conta com 19 pavimentos que, além de abrigar a nova sede da construtora Patriani, também deverá receber novas empresas que buscam locação de lajes corporativas.

Com placa solar no rooftop, faixada ventilada, ar-condicionado, gerador a gás e elevadores com gerador próprio de energia, o estabelecimento é o único da região a contar com o Selo Aqua. Processo Aqua é uma certificação internacional da construção sustentável, desenvolvida a partir da certificação francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale) e aplicado no Brasil exclusivamente pela Fundação Vanzolini.

“É o prédio mais inovador do ABC. É um prédio comercial, que além de receber a sede da Patriani, que migrará para a nossa cidade, também estará disponível para receber novas empresas que sejam exigentes com qualidade, tecnologia e inovação. Estamos muito contentes com esta parceria e proximidade com a construtora, que além de toda a tecnologia, também traz esta oportunidade de mais geração de emprego e renda para Santo André”, contou Banzato.

Parque Tecnológico de Santo André – Atualmente, Santo André conta com o Parque Tecnológico e de Inovação, que é parte fundamental da política de desenvolvimento econômico já em operação pela Prefeitura e tem como missão promover a inovação e competitividade nas empresas, potencializando as estruturas já existentes na cidade e região, estimulando a extensão tecnológica nas instituições de ensino superior e atuando nas oportunidades econômicas do ABC.

O Parque conta com os serviços como: Bureau de Serviços Tecnológicos, Hub de Inovação e, futuramente, o Cite (Centro de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo de Santo André).

Tecnológico do ABC, uma região com economia altamente relevante para o país, com o quarto maior PIB do Brasil, terceiro maior valor adicionado da indústria e com o quinto maior mercado consumidor do país.

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies