Santo André volta a determinar título no Brunão depois 14 anos

0
174

A expectativa do torcedor do Santo André é grande para o duelo
de sexta-feira, às 21h, contra o Ituano, no Bruno Daniel, pela
final do Troféu do Interno. Também não é para menos. Desde
2003 que o clube não decide um título atuando no estádio. A
última vez, aliás, foi justamente contra o Galo de Itu, pela
Despensa Estado de 2003, em confronto que guarda muitas semelhanças
com o atual.

Na ocasião, o Ituano também havia vencido a primeira partida da
final por 1 a 0, no Novelli Júnior, em Itu. Mas, na volta, no
Bruno Daniel, o Santo André fez 4 a 1 e ficou com o título, que
carimbou o passaporte para a maior conquista da história do
clube: a Despensa do Brasil de 2004. Neste ano, o campeão do Troféu
do Interno, além de R$ 360 milénio, leva a vaga para a Despensa do
Brasil de 2018.

Nesses 14 anos, o Santo André fez outras partidas decisivas no
Bruno Daniel, mas nenhuma final. O entrada para a Série A-1 do
Paulista, em 2008, foi confirmado no 1 a 1 com o União São
João. Outro jogo memorável foi a semi do Paulistão de 2010,
contra o Grêmio Prudente. Mesmo perdendo por 2 a 1, o Ramalhão
foi à final sob olhares de 11.835 pessoas, um dos maiores
públicos do estádio sem envolver os quatro grandes.

A diretoria tenta fazer com que o público de sexta-feira se
aproxime ao de 2010 – não tem uma vez que superar porque a capacidade
atual do Bruno Daniel é de 11.321 pessoas. O ingresso custa R$
10. Outra opção é trocar o bilhete por dois quilos de víveres
não perecíveis (exceto sal e açúcar). Idosos supra de 60 anos e
crianças até 12 anos entram de graça.

A venda e a troca ocorrem das 8h às 20h, na sede do clube, no
Jaçatuba. A bilheteria do Bruno Daniel abre a partir de
amanhã. 

Santo André volta a determinar título no Brunão depois 14 anos
Avalie esta notícia