Santo André volta para a fase vermelha nesta segunda-feira

Santo André volta para a fase vermelha nesta segunda-feira :

Santo André volta para a fase vermelha nesta segunda-feira

[ad_1]

Quase um mês após ter entrado na fase emergencial do Plano São Paulo, a cidade de Santo André retornará para a fase vermelha nesta segunda-feira (12). As regras de funcionamento dos serviços foram publicadas em decretos do prefeito Paulo Serra neste sábado (10).

A cidade seguirá com série de medidas restritivas para combater o avanço da Covid-19, mas com diferenças em relação às regras atuais. Entre 12 e 18 de abril, os serviços essenciais, que hoje precisam fechar às 19h, poderão ficar abertos até as 20h. Além disso, as lojas de materiais de construção, que antes não podiam abrir, passam a funcionar, com encerramento das atividades neste mesmo horário.

“Santo André acatou as medidas de restrição e pode, agora, evoluir à fase vermelha do Plano São Paulo, com a flexibilização de algumas atividades e horários de atuação. Vamos seguir as diretrizes que determinam práticas para garantir a segurança de todos e todas”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

Até 18 de abril seguirá suspenso na cidade o atendimento presencial em estabelecimentos comerciais, que deverão manter fechados os acessos do público ao seu interior, podendo operar apenas pelos sistemas de delivery, retirada e drive-thru, através de realizações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares.

O funcionamento do sistema delivery está autorizado até a meia-noite e os sistemas de retirada e drive-thru podem funcionar até as 20h.

Os segmentos que hoje podem abrir continuarão autorizados a funcionar, todos com horário limite de funcionamento até as 20h. São eles: alimentação (supermercados, padarias, açougues, feiras livres e congêneres), transporte (estabelecimentos de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, lojas de autopeças e estacionamentos) e abastecimento (cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns e postos de combustíveis).

Também estão liberados até as 20h construção civil e outros serviços como lavanderias, serviços de limpeza, manutenção e zeladoria, serviços bancários, lotéricas, cartórios, correios, bancas de jornais, óticas e lojas de conveniência.

Seguirão suspensas até 18 de abril atividades religiosas de qualquer natureza, eventos esportivos e atividades escolares presenciais nas redes municipal, estadual e particular. Também continuam proibidas  atividades administrativas internas, de modo presencial, em estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços não essenciais.

Os parques públicos municipais continuarão fechados até 18 de abril.

Circulação e transporte
A circulação de pessoas e veículos continuará restrita das 22h às 4h até 18 de abril, com exceção de casos em que houver necessidade, urgência e emergência. Todas as atividades econômicas e sociais ficam suspensas neste período, com exceção do serviço de delivery, que poderá operar até meia-noite.

O transporte público municipal continuará sem funcionar entre 22h e 4h até 18 de abril.

Sem restrição de horário
Estão autorizados a funcionar sem restrições de horário: hospitais públicos e privados; serviços de saúde de urgência e emergência; farmácias e laboratórios; hospitais veterinários; outros serviços de natureza essencial ao funcionamento dos serviços de saúde e também atividades industriais, de telecomunicação, comunicação social, segurança e serviços de call center.

Também podem funcionar em qualquer horário atividades profissionais de transporte privado de passageiros (incluindo táxi, transporte por aplicativos e fretamentos) e o setor hoteleiro.

Para o funcionamento do setor hoteleiro ficam vedados a utilização das áreas comuns e o atendimento presencial nos restaurantes e bares, ficando permitido o consumo e a alimentação somente nos quartos.

Educação
A Prefeitura de Santo André vai autorizar a partir de 14 de abril o retorno presencial das atividades escolares, de forma gradual, na rede privada, para os ensinos infantil, fundamental, médio e superior. A presença dos alunos estará limitada a 35% da capacidade do estabelecimento escolar.

Nas redes municipal e estadual, permanecerão suspensas, até 30 de abril, as atividades escolares na forma presencial para os ensinos infantil, fundamental e médio.

[ad_2]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies