A Prefeitura de Santo André, por meio do Núcleo de Inovação
Social, promete realizar em agosto a lisura da sede do Fundo
Social de Solidariedade do município. A expectativa é a de que
o espaço – que ainda não teve a localidade revelada pela
administração andreense –, seja utilizado para realização de
oficinas e cursos de capacitação profissional direcionados para
moradores, em próprio, para a população de baixa renda.

Segundo a primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação
Social, Ana Carolina Barreto Serra, o espaço, que passa por
série de reformas – realizadas por profissionais da própria
Prefeitura –, permitirá ampliação das ações promovidas pelo
Fundo. “Queremos aproveitar o lugar não somente para as
campanhas que serão feitas ao longo do ano, mas também para
capacitar a população por meio de oficinas e outros projetos
que devemos fechar parcerias”, explica.

Para efetivar a lisura do espaço, o poder público aguarda a
oficialização de convênio com Estado para aporte financeiro
talhado ao funcionamento do órgão.

MAMÃE ANDREENSE

Após promover a reabertura do Banco de Mantimentos de Santo André
e também iniciar, na semana passada, a Campanha do Agasalho do
município, o Núcleo de Inovação Social promete avançar ainda
neste ano na criação de projeto voltado a gestantes.

“O primeiro passo já foi oferecido quando Santo André aderiu ao
Programa Criança Feliz, encabeçado pela primeira-dama Marcela
Temer. A partir desta ação, a gente já começa a preparar a
terreno para semear nascente projeto (batizado provisoriamente de)
Mamãe Andreense, que visa cuidar da mãe e da criança durante a
gestação e a partir do promanação”, explica Ana Carolina.

A proposta é que o projeto consiga fortalecer o seguimento
de equipes de Saúde com famílias de baixa renda. Além disso,
existe a expectativa de que o programa também consiga reduzir
os índices de mortalidade infantil do município.

Sede do Fundo Social de Solidariedade de Santo André será oportunidade em agosto
Avalie esta notícia