Semana da Voz 2019

Serviço Semana da Voz 2019 Lembre-se SEMPRE: O que você mais lê na internet e revistas são dicas de como cuidar fisicamente do seu corpo e como manter um estilo de vida saudável.

Semana da Voz 2019
5 100% 17 voto[s]

Em comemoração ao dia da voz, celebrado dia 16 de abril, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, promoverá, entre terça e quinta-feira (16 a 18/04), uma programação especial na Rede Cuca.

Semana da Voz 2019 Prefeitura de Fortaleza promove

O objetivo da Ação é Conscientizar os Jovens sobra a Importância do Cuidado com a Voz.

Cronograma do Evento

O cronograma do evento, que será gratuito e aberto ao público em geral, conta com rodas de conversas, palestras, workshop e oficinas com profissionais da área de fonoaudiologia.

“Diariamente, trabalhamos nas formações dos jovens nas áreas que eles mais utilizam as vozes, como os comunicadores, cantores e atores, por exemplo. Por isso é muito importante instrui-los sobre os cuidados básicos com a voz. É importante ensinar técnicas para melhorá-la para um melhor desempenho no trabalho”, analisa a coordenadora de Bibliotecas da Rede Cuca, Janaina Barros

  • Núcleo de Otorrino SP
  • Fone: +55 11 5573-1970
  • Endereço:

Programação Completa

Sobre a Rede Cuca

Situada nos bairros Barra do Ceará, Jangurussu e Mondubim, a Rede Cuca é mantida pela Prefeitura de Fortaleza e atende, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e garantia de direitos humanos.

 

View this post on Instagram

Anualmente, em 16 de abril, comemoramos o "Dia Mundial da Voz", celebração iniciada no Brasil, em 1999, e que a partir de 2003 passou a ter expressão internacional, com diversos eventos organizados também nos Estados Unidos, Europa e Ásia. ⠀ O objetivo neste dia e na semana que o circunda é promover a conscientização da população sobre a importância da voz humana para a promoção da saúde, bem como realizar conscientização de sinais e sintomas que favoreçam o diagnóstico precoce de doenças, como o câncer de laringe, que podem comprometer a qualidade de vida e a própria sobrevida dos indivíduos. ⠀ A preocupação com a voz costuma ser quase que exclusividade de cantores, professores, jornalistas, médicos, atendentes de telemarketing e outros profissionais que a utilizam diariamente. No entanto, deveria ser de todos. Além de ser o mais importante meio de comunicação entre as pessoas, a voz é nossa forma de demonstrar as emoções e a personalidade. ⠀ ⠀

A post shared by Núcleo de Otorrinolaringologia (@nucleodeotorrino) on

 

Serviço Semana da Voz 2019

Lembre-se SEMPRE: O que você mais lê na internet e revistas são dicas de como cuidar fisicamente do seu corpo e como manter um estilo de vida saudável.

Notícia sobre Cuidados com a voz?

Mas, já leu alguma notícia sobre cuidados com a voz?

Muitas vezes, a devida atenção que ela merece é esquecida. Por isso, preparamos um conteúdo especial para que no Dia Mundial da Voz, comemorado em 16 de abril, nossos especialistas possam esclarecer todas as suas dúvidas sobre o tema!

O que é Voz?

A voz é o som ou conjunto de sons gerados pelos seres humanos formados graças à interação do fluxo de ar pulmonar com o aparelho fonador. É um importante instrumento de comunicação e expressão de ações, desejos e emoções, dando vida às palavras e frases.

Apesar de algumas categorias de animais conseguirem vocalizar e até mesmo reproduzir palavras (como os papagaios, por exemplo), somos a única espécie no planeta capaz de criar um sistema inteligente e complexo de fala, com signos e significados comuns, sendo, dessa forma, um importante instrumento evolutivo.

Semana Da Voz
Semana Da Voz

Como é Composto nosso Aparelho Fonador?

Os órgãos e sistemas envolvidos na produção do som são:

  • Pulmões, brônquios, traqueias e músculos toráxicosque produzem a corrente de ar necessária para a fonação.
  • Laringe e cordas vocais (ou pregas vocais), responsáveis pela produção do som fundamental da laringe, necessário para a fala, graças às vibrações de suas estruturas.
  • Faringe, boca e fossas nasais: tem função de amplificar e modular o som produzido pelas cordas vocais. Além disso, a cavidade bucal possui vários obstáculos à passagem do ar, responsáveis pela produção das consoantes e articulação das palavras.

Anualmente, em 16 de abril, comemoramos o "Dia Mundial da Voz", celebração iniciada no Brasil, em 1999, e que a partir…

Posted by Núcleo de Otorrinolaringologia e Medicina do Sono de São Paulo on Tuesday, April 16, 2019

A mudez é caracterizada, prioritariamente, por problemas no sistema vocal que, por alguma causa, não consegue produzir o som da fala. Nem sempre está associada à surdez. Uma pessoa com deficiência auditiva que possua um aparelho fonador sem apresentação de problemas terá um desafio maior para aprender a falar, mas não há nada que a impeça. Também existe a condição de mudez causada por razões emocionais.

Processo de Produção do som?

A voz começa a ser produzida na laringe, com ajuda das cordas vocais. Quando estamos em silêncio, o ar que sai dos pulmões passa diretamente e silenciosamente pela laringe. Mas quando falamos, esse mesmo ar, ao passar pela laringe, gera uma vibração nas cordas vocais, produzindo, dessa forma, um som fundamental que ao passar pela garganta, boca e nariz, sofre modulações resultado na voz que escutamos. Por isso todos os órgãos do aparelho fonador são essenciais na produção de uma voz de qualidade.

Quais as Principais Doenças que atingem a voz?

Disfonia – Significa qualquer alteração na qualidade vocal, que deixa de ser normal, e passa a ter características como aspereza, fraqueza, soprosidade, instabilidade e etc. Geralmente é causada por abusos vocais ou maus hábitos, como consumo excessivo de álcool e cigarro e falar e cantar demasiadamente sem realizar um preparo vocal adequado.

Rouquidão – é uma mudança na qualidade da voz, caracterizada pela presença de irregularidades, “rugosidade” e aspereza, geralmente acompanhado de cansaço e, às vezes, de sensação de falta de ar ao falar , podendo ser crônico ou agudo. Na grande maioria dos casos, está associada à doenças respiratórias (rinite, gripes, resfriados etc), mas pode estar associado também a: “calos vocais” e pólipos, câncer de laringe, refluxo, alergia, paralisia de cordas vocais, problemas na tireóide, uso abusivo da voz (gritar ou cantar), ingestão alcóolica, entre outros.

Câncer na Laringe – ou tumor maligno da laringe é uma doença graveque atinge as cordas vocais ou qualquer outra estrutura da laringe. Como consequência, um dos sintomas mais presentes é a rouquidão. O diagnóstico em um estágio precoce (inicial) aumenta muito as chances de sucesso no tratamento, podendo chegar a mais de 95% de cura completa. O tratamento pode incluir a cirurgia, a quimioterapia, aradioterapia ou a combinação dessas.

Refluxo – o refluxo gastroesofágico é o retorno do ácido do estômago para o esôfago, podendo subir até a garganta, especialmente quando dormimos. Esta ocorrência pode causar sintomas como inflamações, , irritações, rouquidão, dor, pigarro, sensação de “bola” presa na garganta e outros .

Laringite – inflamação da laringe e das cordas vocais, normalmente ligada a doenças respiratórias.

Calos e Pólipos – nódulos e lesões causadas por abuso vocal, que são geralmente tratadas com terapia da fala, repouso e, quando persistentes, com cirurgia.

Como Prevenir as Doenças?

Tudo que envolve sua fala revela quem você é, inclusive a sua voz. Através dela as pessoas reconhecem até seu estado físico e emocional.

“Quem já não reconheceu se um amigo estava triste ou feliz por um simples ‘oi’ ao telefone?”, indaga a fonoaudióloga.

“Vozes mais finas podem transmitir delicadeza ou infantilidade, enquanto vozes mais graves estão relacionadas à autoridade, por exemplo.”, completou.

Há muitas formas de cuidar da voz. Uma delas é pela alimentação e ingestão de água. O líquido auxilia na hidratação da laringe, diminuindo os riscos de lesão ou sobrecarga nas cordas vocais. Já uma alimentação saudável ajuda a prevenir o refluxo, que é prejudicial à laringe e às cordas vocais.

“Se você tem uma apresentação ou palestra, por exemplo, evite achocolatados e derivados de leite, pois eles aumentam a produção de saliva e dificultam a emissão da voz”, comenta a fonoaudióloga.

Outros cuidados são evitar o consumo de bebidas alcoólicas e do cigarro. O álcool tem efeito analgésico, fazendo com que você cometa abusos vocais sem perceber. Por sua vez, o tabagismo é altamente prejudicial à saúde e, inclusive, grande responsável pelos cânceres que atingem órgãos fundamentais para a voz.

Além dos cuidados com a alimentação também é necessária atenção aos hábitos do cotidiano que, muitas vezes, passam despercebidos. Ações como gritar e não aquecer a voz antes do seu uso prolongado devem ser evitadas, como alerta a fonoaudióloga do Hospital Paulista:

“o impacto causado por um grito pode lesionar as cordas vocais, assim como a alta demanda vocal sem preparo. Gosto de pensar no uso da voz como um esporte: os jogadores, seja de futebol, vôlei e outros, aquecem antes de uma partida e se preparam com exercícios específicos. Devemos fazer o mesmo com a nossa voz”.

Apesar de todas as dicas, alguns deslizes podem ser cometidos, mas não se desespere.

“Se estiver com rouquidão por mais de 3 semanas, consulte um médico otorrinolaringologista e/ou um fonoaudiólogo. Eles podem te ajudar”, finaliza as dicas do Núcleo de Otorrino.