Semasa amplia coleta comunitária porta a porta em núcleos habitacionais

Crédito: Semasa
O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) está ampliando o serviço de coleta comunitária porta a porta, realizada em núcleos habitacionais na cidade. A coleta foi implantada este ano no núcleo do Jardim Cristiane e, no núcleo Capuava, onde o trabalho foi iniciado ano passado, o número de dias do serviço aumentou. Ao todo, são mais 380 famílias que passaram a ser beneficiadas com o serviço. Atualmente, a coleta comunitária porta a porta atende 115 núcleos e áreas de difícil acesso.No núcleo do Jardim Cristiane, próximo à Praça da Mocidade, são cerca de 130 famílias que agora contam com serviço de coleta comunitária de resíduos úmidos porta a porta. As ruas da comunidade estão sendo atendidas com um caminhão compactador sempre as terças, quintas e sábados, a partir das 7h da manhã, e para as pequenas vielas, onde o veículo não consegue entrar, a recolha dos resíduos é feita por meio da ‘puxada’.Antes, os moradores dispunham os resíduos em algumas esquinas do bairro que eram atendidas pelo caminhão. A partir da implantação da coleta porta a porta, os moradores passam dispor o lixo em sacos em frente de suas casas sempre nos dias e próximo do horário do caminhão.Já no Capuava, o Semasa ampliou o serviço de coleta porta a porta este ano intensificando as ações de mobilização e orientação das cerca de 250 famílias que vivem no núcleo próximo à avenida dos Estados. Naquela comunidade, o serviço passou a funcionar no ano passado, mas a autarquia registrou baixa adesão dos moradores, que continuaram a dispor os resíduos em caçambas ou de forma irregular. Assim, a partir de agosto, a equipe do Semasa promoveu nova orientação aos munícipes, ressaltando que a coleta porta a porta já era prestada e, além disso, ampliou de três para cinco vezes por semana a passagem do caminhão de lixo orgânico no local.Agora, o serviço porta a porta acontece de segunda a sábado, sempre a partir das 7h da manhã. Na parte baixa do núcleo a coleta é feita com o caminhão-gaiola e, na parte alta, com o caminhão compactador. Nas vielas em que o caminhão não consegue entrar, a coleta também é feita por ‘puxada’.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais