Semasa e Sabesp reunidas para tratar de soluções integradas

0
96

Reunião entre representantes do
Semasa e da Sabesp

Crédito: Divulgação

Nesta segunda reunião entre as instituições, também foram
tratadas questões comerciais

O objetivo é encontrar soluções integradas para o saneamento de
Santo André e, principalmente, completar com a falta de água no
município. A partir da próxima semana, a Sabesp (Companhia de
Saneamento Básico do Estado de São Paulo),  realizará
visitas técnicas nas diversas áreas do Semas(Serviço Municipal
de Saneamento Ambiental de Santo André) e a empresa estadual
deve fazer um diagnóstico dos principais problemas que Santo
André precisa enfrentar para completar com os problemas de
fornecimento na cidade. “A reunião foi muito produtiva,
objetiva e transparente. É esse tipo de diálogo que resolve o
problema”, afirmou o superintendente do Semasa, Ajan Marques.

A opinião é compartilhada pelo superintendente da Área Sul da
Sabesp, Roberval Tavares. “Esta lisura de diálogo passa por
soluções para o fornecimento de água, para o equacionamento da
dívida – que foi deixada pelos governos anteriores – e para a
melhoria do tratamento de esgoto. Estes três pontos estamos
discutindo na reunião”, afirmou Tavares.

O superintendente do Semasa explicou ainda que são necessárias
outras reuniões por áreas técnicas da autonomia, que vão
suceder ao longo das próximas semanas. “A intenção é que a
solução conjunta seja boa para todo mundo: população, Semasa e
Sabesp”, acrescentou Ajan Marques.

“Há medidas boas que a gente precisa incrementar. Eles trarão
para nós soluções que já utilizaram e podem ser positivas cá
para reduzir perdas de água ou melhorar a operação”, finalizou
Ajan Marques. A primeira reunião entre representantes do Semasa
e da Sabesp foi realizada na sede da empresa estadual, na
última segunda-feira, 9/12. Antes, o prefeito de Santo André,
Paulo Serra, havia se reunido com o presidente da Sabesp,
Jerson Kelman, pedindo a lisura do diálogo da cidade com a
empresa.

Semasa e Sabesp reunidas para tratar de soluções integradas
Avalie esta notícia