Sesc Santo André apresenta O Circo de um Homem Só

131

O Circo de um Homem Só
Crédito: ANDRE SCATOLIN
Durante os meses de fevereiro, março e abril, o SESC Santo André promove a Mostra Malabaristicamente, que traz à cena o que há de melhor no universo do malabarismo, vertente circense que trabalha com manipulação dos mais diversos objetos. Por meio de espetáculos e vivências artísticas, o público poderá conhecer e se divertir com as mais variadas formas de malabarear, e também com a quantidade de objetos manipulados.Abrindo a mostra, será apresentado no próximo domingo o espetáculo “O Circo de um Homem Só”, que traz o acróbata e malabarista Duba Becker como um palhaço solitário, que abandona o circo e tenta se adaptar na cidade grande. Mesmo longe do picadeiro, esse personagem exerce sua maior função dentro do circo: espalhar alegria. Suas atitudes e relações com o cotidiano são sempre cômicas e desastradas, como se o palhaço não conseguisse viver sem representar, fazendo da sua vida um verdadeiro espetáculo de circo. Números de malabares com claves e chapéus, equilíbrio de objetos variados e mágicas close up completam a diversão dos presentes.Composta por uma atriz dramática e circense, formada pelo CPT e pela École National du Cirque Annie Fratellini (Helena Figueira) e um artista acrobata com domínio das técnicas de malabares (Duba Becker), a Cia Suno foi fundada em 1998 por um grupo de amigos que sonhavam criar um núcleo de pesquisa cênica na cidade de Santos.Inicialmente, a Cia dedicou-se a pesquisas sobre o teatro do absurdo, realizando estudos sobre “Fando e Lis”, “Piquenique no Front” e “O Arquiteto e o Imperador da Síria”. Logo após, iniciou um trabalho sobre “Esperando Godot”, onde integravam as artes circenses e dramáticas. O espetáculo que recebeu três prêmios de melhor ator (Victor Nóvoa) e indicações de melhor direção e melhor ator coadjuvante. Iniciava aí a “Identidade” da Cia Suno: mesclar a riqueza poética do circo com a linguagem teatral, sem perder a essência da máscara. Todas as peças realizadas pela companhia, desde então, têm uma temática, uma história.Malabarista, acrobata e palhaço, Duba Becker já se apresentou em diversos países, entre eles a Alemanha (31a European Juggling Convention) e Argentina (La décima primeira e La décima segunda convention de malabaris, circo y espectáculos callejeros). Representou o Brasil na Fit Argentina, 2007, BTL Lisboa 2006, Fitur Madrid, 2006, a convite da EMBRATUR. Freqüentou o curso de Palhaçaria Clássica com Leris Colombaioni (Itália), Chacovacci (Argentina), Avner (EUA), Javi Javichy (Espanha), Márcio Libar (RJ) e Bete Dorgam(SP). Aulas de malabarismo experimental com Luis Sartori do Vale (Brasil/ Bélgica) e Pablo Pico (Chile).Com o grupo Irmão Becker recebeu o prêmio de melhor número circense no PRIMEIRO FESTIVAL MUNICIPAL DE CIRCO DE SÃO PAULO. Também recebeu o prêmio Carequinha de estímulo ao circo/ FUNARTE em 2009 e ProAC 2010 com o espetáculo “De volta ao mundo”.Foi o melhor do circo paulista 2005 recebendo o Prêmio Charles da categoria.É integrante da Cia Suno desde 2003, e participa dos seguintes espetáculos: “Ensaio sob a Chuva”, “De Partida”, “Sanduba delivery”; “Carpinteiros em Domicílio”; “Estripulias no circo”, “Na Roda com Sanduba”, “Chafurda!”, “Despautérios.” e “O Circo de um Homem Só”.Ficha TécnicaElenco: Duba BeckerDireção e Roteiro: Helena FigueiraFigurinos: Maria Eugênia RamosIluminação: Marcos DiglioOperador de Som: Marcos DiglioProdução: Moretti Cultura e ComunicaçãoServiçoOnde: Teatro do SESC Santo André – Rua Tamarutaca, 302 – Vila GuiomarQuando: 04 de fevereiro, às 12hPara quem: Toda a famíliaQuanto: R$ 17,00 (inteira), R$ 8,50 (estudantes e idosos) e R$ 5,00 (comerciários)*Grátis para crianças de até 12 anos

Sesc Santo André apresenta O Circo de um Homem Só
Avalie esta notícia