Setembro Amarelo promove valorização e preservação da vida

Setembro Amarelo promove valorização e preservação da vida
Avalie esta notícia

O mês de setembro foi escolhido para carregar uma importante
mensagem: “Falar é a melhor solução”. Com nascente slogan, a
campanha do Setembro Amarelo quer promover a valorização e a
preservação da vida. Para isso, foram definidas atividades, com
o base da Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de
Saúde, que conscientizem a população e capacitem profissionais,
que atuam nos casos onde alguém coloca em risco a sua própria
vida. O Setembro Amarelo foi iniciado no Brasil pelo CVV
(Núcleo de Valorização da Vida), CFM (Recomendação Federalista de
Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). Para
invocar atenção para o matéria, o espelho d’água, instalado no
Paço Municipal, foi iluminado na cor tema da campanha.

No dia 12 de setembro, às 13h30, alunos, residentes,
funcionários e conselheiros locais de saúde participarão de uma
palestra sobre prevenção ao suicídio, no anfiteatro do Núcleo
Hospitalar ‘Dr. Newton da Costa Brandão’, onde serão explicadas
formas de protecção do paciente e de familiares. No dia 14 de
setembro, às 19h, terá o primeiro fórum de prevenção ao
suicídio em Santo André, no auditório Heleny Guariba
(inscrições no e-mail [email protected]).
Além disso, a secretaria de Saúde promovera três rodas de
conversa sobre o tema, mediadas por uma psicóloga voluntária. A
ação será oportunidade ao público e intercorrerá em setembro, nos dias
21 (US Pq. João Ramalho) e 28 (US Jd. Irene I) às 14h, e no dia
29 (US Pq. São Jorge) às 10h.

 “É preciso permanecer alerta quando uma pessoa próxima começa
a falar frases uma vez que ‘a vida é uma droga’, associadas a baixa
autoestima, isolamento e dificuldade de expressar emoções e
sentimentos. Quando isso ocorrer, é importante não deixar essa
pessoa sozinha e ouvi-la mais do que falar por ela”, orienta o
coordenador de Saúde Mental, Danny Martyn van de Groes. Outro
passo importante é procurar ajuda profissional, o suicídio é
uma questão de saúde pública.

A Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) de Santo André oferece
protecção para aqueles que sofrem com quadros depressivos ou
sofrimentos psíquicos. O munícipe poderá procurar diretamente o
CAPS mais próximo para que o protecção desse sofrimento seja
realizado junto a equipe multiprofissional, que diagnosticará o
usuário, muito uma vez que, direcionará o tratamento mais adequado para
cada caso. Mesmo após iniciar o tratamento, é importante que,
se possível, amigos e familiares estejam próximos do paciente,
pois mesmo em tratamento existe um risco de ele tentar se
melindrar.

Além da rede pública municipal, o CVV – Núcleo de Valorização
da Vida realiza base emocional e prevenção do suicídio,
atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que
querem e precisam conversar, sob totalidade sigilo por telefone 141
e e-mail [email protected][1] 24
horas, todos os dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here