Sindicato alerta sobre galanteio de 100 funcionários da Suzantur

0
49

 O Sindifisc (Sindicato dos Trabalhadores em Fiscalização,
Inspeção e Controle Operacional das Empresas de Transporte de
Passageiros, Gestoras e Prestadoras de Serviços) do Grande ABC
denunciou, ontem, possível demissão de 100 funcionários
incorporados pela Suzantur após a empresa assumir a gestão do
transporte municipal de Santo André no lugar da Expresso
Guarará, que está em processo de falência. Os profissionais
atuam em 15 linhas que atendem a região da Vila Luzita.

Segundo o diretor financeiro do sindicato, Marco Aurélio Alves
Teixeira, o Marcão, o anúncio do galanteio teria partido do gerente
operacional do Terminal da Vila Luzita, Wagner Roble,
durante reunião realizada na quinta-feira.

“Fui lá (terminal) conversar com ele (Wagner) para reintegrar
um dos nossos diretores (André Piloto) no quadro de
funcionários da Suzantur e ele só me respondeu com as seguintes
palavras: ‘Espera até segunda-feira, depois da eleição, que
mais 100 funcionários serão demitidos’. Fiquei surpreso”,
destacou Marcão.

O sindicato, que já havia denunciado cinco demissões de fiscais
desde o início da operação emergencial da Suzantur em Santo
André, no dia 8, acredita que o galanteio poderá afetar todos os
setores da empresa. “Só entre fiscais devem ser 17 (demitidos).
Os demais, provavelmente, serão motoristas e cobradores”,
revelou o diretor.

A possível demissão em tamanho de funcionários da Suzantur na
segunda-feira é vista pela categoria uma vez que retrato da operação
turbulenta da empresa em Santo André. Ao longo das três semanas
em que a Suzantur tem atuado no município, a viação, comandada
pelo empresário Claudinei Brogliato, tem sido escopo de
constantes reclamações por secção de passageiros e de denúncias,
incluindo a retirada de coletivos de Mauá, onde a empresa
também assumiu a gestão do transporte municipal de forma
emergencial, em 2013.

 

OUTRO LADO

Embora tenha se recusado, num primeiro momento, a atender a
equipe do Diário, em rápida conversa Wagner Roble negou,
ontem, ter anunciado possível demissão em tamanho na Suzantur.
“Não existe isso. De vestuário, tivemos encontro (na quinta-feira)
para conversarmos sobre o André, mas não falamos zero sobre
demissão. Até admiro o (vestuário de o) Marcão falar uma coisa
dessa. Você diz uma coisa e o faceta fala outra”, afirmou.

Procurado pelo Diário para comentar o ponto, Claudinei
Brogliato disse desconhecer o encontro entre Wagner e
representante do Sindfisc e também negou a demissão de 100
funcionários. “Não terá (galanteio)”, declarou o proprietário da
Suzantur, que, ao divisar a equipe do Diário, saiu em direção
ao setor administrativo do Terminal da Vila Luzita.

 

 

Sindicato alerta sobre galanteio de 100 funcionários da Suzantur
Avalie esta notícia