Sindicatos realizam ato incentivando participação na greve universal

0
182

O Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá organizou,
na tarde desta quarta-feira, um ato que funcionou porquê
“esquenta” para a greve universal de sexta-feira contra as reformas
Previdenciária e Trabalhista. Por volta das 16h30, os
manifestantes se concentraram em frente à sede da entidade, na
Rua Gertrudes de Lima, no Meio, e seguiram rumo à Praça do
Carmo, onde o ato terminou por volta das 18h.

“Hoje é o ponta-pé inicial para sexta-feira. É para aquecer o
gogó porque o bicho vai pegar. Não vamos deixar o governo tirar
nosso recta de se reformar. Nós queremos as reformas, mas
elas precisam ser discutidas com transparência”, disse José
Braz da Silva, o Fofão, vice-presidente do sindicato.

Também presente no ato, o Sindicato dos Químicos do ABC, por
meio do seu presidente Raimundo Suzart, afirmou que é preciso
“arregaçar as mangas”. “Faça chuva ou faça sol, o povo estará
na rua. Nesse momento, não deve possuir distinção de religião ou
bandeira. Se não arregaçarmos as mangas agora, vamos nos
arrepender mais tarde.”

Na Praça do Carmo, onde houve a concentração, o padre Miguel
Lemarchand discursou em nome da Igreja Católica. “Eu também fui
operário metalúrgico e estamos juntos nessa luta. Não sei se
todo mundo se lembra, mas já foram publicadas duas cartas
encíclicas sobre o mundo do trabalho e a mensagem que se passa
é colocar as pessoas antes dos lucros e proveitos”, lembrou o
pároco.

Wagner Santana, o Wagnão, secretário-geral do Sindicato dos
Metalúrgicos do ABC, pontuou que a situação atual é a pior para
o recta dos trabalhadores desde a ditadura militar. “É o
maior ataque que estamos sofrendo desde àquela época. Dia 28
não será o término, só um exemplo da nossa resistência ao ataque
aos nossos direitos”.

De harmonia com a PM (Polícia Militar), aproximadamente 250
pessoas participaram do ato na região mediano da cidade.

Sindicatos realizam ato incentivando participação na greve universal
Avalie esta notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here