Som elevado gerará multa de até R$1.981 em Santo André

0
54

GCM de Santo André foi autorizada a
infligir multas de trânsito

Crédito: PSA

A Prefeitura de Santo André, a partir desta sexta-feira, 10,
passará a infligir multa que pode chegar até R$ 1.981 para
motoristas que trafeguem ou estacionem veículos com som elevado. A
medida de combate à poluição sonora faz secção do programa
Operação Sono Tranquilo, lançado no último término de semana na Rua
das Figueiras, que realiza diversas ações entre elas
fiscalização de comércio irregular e alvará de funcionamento.
Outra novidade é que nesta sexta-feira, 10, foi publicado
decreto que autoriza a Guarda Social Municipal a autuar
motoristas que cometam esta ou outras infrações de trânsito.

O secretário de Segurança Urbana e Comunitária, Edson Sardano,
explica que o valor da multa já é previsto por lei municipal e
pelo CTB (Código de Trânsito Brasílico), porém a fiscalização
estava paragem na cidade. “Antes existia uma exigência do uso de
decibelímetro (aparelho que mede o nível de ruído) para que o
agente pudesse efetuar a autuação, porém o equipamento nunca
foi adquirido pelas últimas gestões. Hoje a legislação nos
autoriza infligir a multa baseada somente na percepção do agente
público, sem a premência do aparelho.”

O metalúrgico José Batista Ferreira de Souza, 45 anos, morador
do Jardim Santo André, região com grande quantidade de
reclamação dos moradores, comemora a novidade atribuição ao combate
da poluição sonora. “Você está em mansão e mal consegue colocar a
criança pra dormir e elas acordam toda hora, esse fragor
atrapalha muito. O pessoal gosta bastante de som elevado por cá,
mas precisa ter bom tino. Todos os dias a gente ouve, tem vez
que a janela de mansão chega a sacudir. Esperamos que com essa
medida, essa quantidade de casos diminua”, reforçou.

Ana Amélia Silva, 46 anos, artista plástica e moradora do
bairro Jardim, outra região que recebe reclamações referentes
ao som elevado, se diz incomodada com vários casos presenciados na
Rua das Figueiras. “Chega uma hora que desistimos até de se
preocupar com o fragor, tamanho o volume. Duas, três horas da
manhã e ainda ouvimos. Esta é uma medida válida, que aumenta o
número de agentes para amenizar a quantidade de problemas que
são gerados para os moradores”, finalizou.

O prefeito Paulo Serra citou que as últimas medidas adotadas
pela administração, no programa Sono Tranquilo, já demonstram
resultado efetivo. “Realizamos ações conjuntas no último final
de semana, na região da Rua das Figueiras, criamos o Comitê
Integrado de Segurança, e agora vamos executar o que a lei
determina, punindo quem trafega com som elevado. Estamos fazendo
uma grande limpeza nos matos e na zeladoria da cidade com o
programa Santo André Eu senhoril, Eu cuido, e agora vamos limpar
também esse fragor que tanto perturba os moradores da cidade.
A presença de indumento do poder público mostra resultados práticos,
possibilitando que a população tenha tranquilidade e sensação
de segurança aumentadas”, concluiu.

Som elevado gerará multa de até R$1.981 em Santo André
Avalie esta notícia