SP registra 29,9 mil pessoas internadas por COVID-19

SP registra 29,9 mil pessoas internadas por COVID-19, mil a menos que dois dias atrás: Dados indicam queda nas hospitalizações e ocupação de UTIs se mantém em 91%; 77 mil óbitos já ocorreram devido à doença

SP registra 29,9 mil pessoas internadas por COVID-19

O Estado de São Paulo registra nesse domingo de Páscoa (4) 29.962 pacientes internados. Embora o número se mantenha elevado, são 1.041 pessoas hospitalizadas a menos em comparação aos dados de sexta-feira (2), sustentando a tendência de queda nas internações.

Entre os 29,9 mil internados, 13.001 estão em leitos de Terapia Intensiva e 16.961 em enfermaria. As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 91,2% no Estado e de 91% na Grande São Paulo.

Em toda a pandemia 2.527.400 casos confirmados de COVID-19, com 77.020 vítimas fatais da doença. Entre o total de infectados, 2.166.848 já estão recuperados, incluindo 255.499 pessoas que estiveram internadas e receberam alta hospitalar.

A Fase Emergencial do Plano São Paulo está vigente até o dia 11 de abril, com a manutenção das restrições mais rígidas visando garantir a assistência à vida e conter a sobrecarga em hospitais de todo o Estado, além de frear o aumento de novos casos, internações e mortes pelo coronavírus.

O Governo de SP reitera a importância das medidas de distanciamento pessoal, uso de máscaras e higiene das mãos. É fundamental que a população fique em casa neste momento.

Dados atualizados em 04/04/21 – 16h06

SP inicia a vacinação de agentes de segurança de todo o Estado contra o coronavírus

São 180 mil doses disponibilizadas para a Secretaria de Segurança Pública para atender profissionais que terão esquema próprio de imunização

O Governador João Doria acompanhou nesta segunda-feira (5), na Academia de Polícia Militar do Barro Branco, o início da vacinação dos profissionais das forças de segurança de todo o Estado de São Paulo contra o novo coronavírus ou Covid-19.

A partir de hoje, começam a ser vacinados 180 mil profissionais de segurança em todo o Estado de São Paulo. São profissionais da ativa das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, Corpo de Bombeiros, Agentes Penitenciários, Guardas Civis Metropolitanos, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e da Fundação Casa. Em 10 dias, praticamente todos desta população dos profissionais de segurança estarão vacinados

“A partir de hoje, começam a ser vacinados 180 mil profissionais de segurança em todo o Estado de São Paulo. São profissionais da ativa das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica, Corpo de Bombeiros, Agentes Penitenciários, Guardas Civis Metropolitanos, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e da Fundação Casa. Em 10 dias, praticamente todos desta população dos profissionais de segurança estarão vacinados”, disse Doria.

A campanha ocorre com uma grande operação logística montada para a distribuição de cerca de 180 mil doses de vacina, que foram disponibilizadas aos agentes em mais de 80 unidades da Polícia Militar no Estado. O objetivo da medida é evitar aglomerações nos postos públicos de saúde, onde prossegue a campanha de vacinação para o restante da população.

A vacinação é exclusiva aos profissionais da ativa das instituições, com exceção daqueles que não atendem aos critérios médicos estabelecidos pelas autoridades de saúde, como gestantes, lactantes, ter tido a COVID-19 há 30 dias ou menos. Para receber a imunização os profissionais de segurança podem fazer um cadastro prévio pelo site https://vacinaja.sp.gov.br.

O registro, porém, não é obrigatório.

A estrutura montada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado para imunizar os agentes inclui 82 pontos de vacinação vinculados a unidades da Polícia Militar. Serão 21 na Capital, nove na Grande São Paulo, sete na região de Campinas, sete na região de Sorocaba, sete na região de Ribeirão Preto, seis na Baixada Santista, seis na região de Piracicaba, cinco na região de Bauru, quatro na região de São José do Rio Preto, quatro na região de Presidente Prudente, quatro na região de São José dos Campos e dois na região de Araçatuba.

Prevenção e cuidados

Desde o início da pandemia, a Secretaria da Segurança Pública adota todas as medidas necessárias e recomendadas pelas autoridades de saúde para garantir a proteção dos agentes contra a COVID-19. Mais de R$ 27 milhões foram investidos na aquisição e distribuição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), como máscaras, luvas, aventais descartáveis, álcool gel, face shield para os servidores e agentes de segurança, além da higienização dos ambientes de trabalho, viaturas e laboratórios.

Todo policial com suspeita ou diagnóstico da COVID-19 foi ou está devidamente afastado, conforme orientações médicas. A Secretaria da Segurança Pública acompanha o quadro clínico, fornecendo todo o suporte necessário para a recuperação de seus agentes.

Isenção de responsabilidade! Como um serviço para nossos leitores, o ABCTudo fornece acesso à nossa biblioteca de conteúdo arquivado. Favor observar a data da última revisão ou atualização em todos os artigos. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto para aconselhamento médico direto de seu médico ou outro clínico qualificado.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies