Speedy, mascote dos Bombeiros, é encontrado em São Paulo

221

Após ter perdido na
segunda-feira[1], o
labrador Speedy já voltou para o seu posto no quartel do Corpo
de Bombeiros da Vila Lucinda, em Santo André. O cachorro foi
encontrado na manhã desta sexta-feira, em São Mateus, na Zona
Leste da Capital.

“Uns garotos encontraram ele andando na rua e levaram para uma
lar que já tinha mais dois labradores. A moradora viu que ele
tinha placa de identificação e entrou em contato com a
Corporação. Acredito que a mídia também tenha ajudado bastante
na divulgação”, conta o cabo Luiz Oscar Rufino.

A suspeita do cabo é que Speedy tenha ido atrás de alguma
cadela no cio e acabou indo longe demais. “Vamos castrá-lo
para não ter mais esse tipo de problema. Já ligamos até na
clínica veterinária para marcar.” O cachorro, de dois anos e
oito meses, já é pai de cinco filhotes.

Speedy foi morar na unidade de Santo André ainda filhote e é
habituado a andejar livremente pelo quartel, que é fechado
somente por uma cancela. Esta não é a primeira vez que ele
desaparece. Em abril do ano pretérito, a procura pelo
“fujão”[2] durou
oito dias e ele também foi encontrado na Zona Leste, na lar de
uma família no bairro do Sapopemba.

Repercussão – Pouco menos de 24 horas após a
publicação da reportagem do Diário sobre o sumiço do Speedy nas
redes sociais, houve quase 800 compartilhamentos com um alcance
de mais de 50 milénio pessoas.

Speedy, mascote dos Bombeiros, é encontrado em São Paulo
Avalie esta notícia