Sto.André terá espaço voltado para convívio de pessoas idosas

0
177

Ainda neste semestre entrará em funcionamento, em Santo André,
o primeiro CCI (Núcleo de Convivência do Idoso) do Grande ABC,
espaço que oferecerá oficinas, atividades socioculturais e
educativas, visando contribuir para o envelhecimento ativo
deste público. A implantação do equipamento foi discutida
ontem, em reunião entre o prefeito Paulo Serra (PSDB) e o
secretário de Desenvolvimento Social do Estado, Floriano
Pesaro, na sede da Pasta, na Capital. O governo estadual será
responsável pela maior segmento do aporte de investimento para a
instalação.

Com capacidade para atender 150 pessoas por dia, o núcleo
funcionará na Rua das Figueiras, 2.716, no bairro Campestre, em
imóvel que foi doado à Prefeitura. No lugar, a administração
anterior projetava outro equipamento que também tinha espeque do
Estado: o CDI (Núcleo Dia do Idoso), espargido popularmente
porquê Creche do Idoso, que além de atividades de lazer e cultura
tinha por objetivo priorizar o atendimento de idosos
semidependentes, cujas famílias, por trabalharem ou estudarem,
não têm condições de dar atenção e zelo durante o dia.

A alteração do projeto foi feita pela atual gestão e aceita
pela Pasta estadual. “O imóvel não é adequado para isso, pois
teria de estar na região médio, para facilitar o chegada”,
admite Paulo Serra. “Procuramos, então, programas que tivessem
mais a ver com o nosso projecto de governo e nele está a questão
de centros de convivência descentralizados, para levar espaços
de convivência para idosos em diversos pontos”, acrescenta. A
meta, segundo o prefeito, é chegar a dez equipamentos porquê esse
no município, até o término da gestão. Atualmente, a cidade dispõe
do Crisa (Núcleo de Referência do Idoso de Santo André),
equipamento municipal instalado na Rua do Café, 32, no bairro
Jardim. Estima-se que Santo André possua muro de 115 milénio
pessoas com mais de 60 anos.

Para a reforma e reestruturação do espaço que acoitará o CCI
serão destinados R$ 300 milénio, sendo R$ 250 milénio vindos do governo
estadual e o restante de contrapartida municipal.

A secretaria estadual de Desenvolvimento Social prevê a
instalação de 195 unidades do Núcleo de Convivência do Idoso em
todo o Estado. Até abril deste ano foram inaugurados 34
equipamentos no Interno – 161 estão em execução (concluídos,
em obras ou com o processo em curso).

Em território paulista, o número de idosos representa 13,19% da
população totalidade (muro de 5,6 milhões de pessoas), segundo
dados de 2015 da Fundíbuloção Seade (Fundíbuloção Sistema Estadual de
Análises de Dados).

Prefeitura recontará com R$ 1,9 milhão para outras ações de
âmbito social

Ainda na reunião com o secretário de Desenvolvimento Social do
Estado, Floriano Pesaro, o prefeito de Santo André, Paulo Serra
(PSDB), conseguiu a liberação de R$ 1,9 milhão para a área de
assistência social.

Entre os investimentos para os quais a administração pretende
destinar o recurso estão o fortalecimento do Programa
Recomeçar, lançado em março e do qual objetivo é reinserir pessoas
em situação de rua no mercado de trabalho.

Segundo o dirigente do Executivo, pouco mais de 200 pessoas foram
cadastradas na ação, sendo que oito delas conseguiram
recolocação. “Não é um trabalho que se consegue fazer da noite
para o dia, pois muitas destas pessoas são dependentes de
drogas. É preciso ter estrutura para abordagem, mão de obra e
equipamentos, e o recurso estadual nos ajudará nestas
questões”, diz Paulo Serra que, na reunião, esteve escoltado
do secretário municipal de Cidadania e Assistência Social,
Marcelo Delsir, e a adjunta da Pasta, Kenya Roble. 

Sto.André terá espaço voltado para convívio de pessoas idosas
Avalie esta notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here