Tamanho assina com a Williams e retorna à F1 menos de um mês em seguida “aposentadoria”

0
257

Felipe Tamanho irá mesmo continuar na Williams na próxima temporada. A informação foi passada pelo braço da emissora ‘SkySports’ na Itália, que garantiu que o brasiliano aceitou a proposta para desistir da aposentadoria e substituir Valtteri Bottas na escuderia britânica em 2017.

De negócio com as informações da emissora, Felipe assinou o contrato com a Williams na última segunda-feira (19) e receberá €6 milhões para competir mais uma temporada com a farda inglesa. Assim, o brasiliano será o companheiro de Lance Stroll no próximo Mundial de Fórmula 1. Entretanto, há uma cláusula no contrato que anula a contratação de Tamanho no caso de Bottas não ser escolhido pela Mercedes.

Ele massa mostra seu valor, só continua se o companheiro que ganhou todas as disputas com piloto  brasileiro for para uma equipe de ponta. Moral da história, massa é mais Estepe que espete furado.

O retorno de Tamanho se dá diretamente pela aposentaria inesperada de Nico Rosberg da Mercedes. O germânico, que venceu o campeonato deste ano, abriu mão do seu contrato com a melhor escuderia do grid para se destinar à família. Posteriormente o pregão, Toto Wolff começou uma corrida contra o tempo para anunciar o seu substituto.

Depois de riscar praticamente toda a lista de pilotos do grid, a Mercedes chegou a uma “final” entre Bottas e Pascal Wehrlein. Por querer um piloto experiente, a escuderia optou por investir pesado na contratação do finlandês.

Tamanho assina com a Williams e retorna à F1 menos de um mês em seguida “aposentadoria”

Sabendo da grande chance de perder seu principal piloto, a Williams correu detrás de Tamanho e fez uma proposta para que o piloto desistisse da aposentadoria. Felipe – que quando anunciou a sua retirada admitiu que ela só estaria acontecendo por perceber que não teria um sege competitivo em 2017, já que deixaria o time de Grove – se animou com a proposta e resolveu aceitá-la.

Apesar de já ter assinado o contrato, a confirmação solene só deverá intercorrer quando Bottas assinar de indumento com a Mercedes. Até lá, a Williams deverá segurar o pregão para evitar qualquer problema em caso de uma desistência do time germânico.

Vale lembrar que a Mercedes já confirmou que só anunciará o substituto de Rosberg no início do próximo ano. Para completar, Niki Lauda afirmou hoje que as negociações estavam muito mais difíceis do que eles imaginavam e a confirmação pode intercorrer unicamente no termo de janeiro.

Tamanho assina com a Williams e retorna à F1 menos de um mês em seguida “aposentadoria”
Avalie esta notícia