Tarifa de ônibus sobe em Santo André

Os novos valores foram publicados nos Atos Oficiais do Prefeito, no Diário Oficial da Cidade de Santo André, em versão impressa estampada no jornal Diário do Grande ABC que é do maior empresário de ônibus municipais de Santo André, Ronan Maria Pinto.Santo André e São Caetano do Sul são as únicas das sete cidades do ABC que não têm versão on line do Diário Oficial, publicando antes no Diário do Grande ABC os atos oficiais e depois de um ou mais dias uma cópia em PDF no site das respectivas prefeituras.O aumento deve causar descontentamento dos passageiros porque, além de o valor ser maior, a qualidade dos ônibus em Santo André tem deixado a desejar.Reportagem publicada pelo Diário do Transporte em fevereiro com base na Lei de Acesso à Informação mostra que nunca a frota de ônibus da cidade esteve tão velha. A média geral é acima dos cinco anos estipulados preços contratos com as empresas de ônibus, estando em 5,92 anos.A situação pior é da frota do Consórcio União Santo André, que, segundo os dados da prefeitura obtidos por meio da Lei de Aceso à Informação é de 6,22 anos. Apenas a empresa Suzantur, da região da Vila Luzita, que opera provisoriamente, tem frota dentro do previsto no contratoEm São Bernardo, no feriado do Carnaval, em 13 de fevereiro, a tarifa subiu de R$ 4,20 para R$ 4,40.Na cidade vizinha a Santo André, a frota também tem idade média em torno de 6 anos, mas a concessionária SBCTrans tem colocado ônibus zero quilômetro. Em torno de 100, desde o ano passado, o que não ocorre em Santo André.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais