‘Trocaria o gol pela vitória’

0
141

Coube a Deivid marcar o gol do retorno do Santo André para a
Primeira Divisão do Campeonato Paulista, sábado, no empate por
1 a 1 com o Ituano, no Bruno Daniel. Mais do que balançar a
rede, o atacante salvou o time de revés na estreia do torneio.
E ele contou com ajuda extra para sacramentar a paridade:
amigos e familiares do Parque Reid, em Diadema, cidade-natal do
jogador de 28 anos, que ofereceu o tento a Deus, além do pai,
mãe, prometida e irmã. “Todo mundo acompanhou. Vieram bastante,
quem não pôde, viu pela televisão”, disse.

Deivid foi a campo aos 24 minutos do segundo tempo. Entrou no
lugar de Henan. Aos 38, escorou com precisão intercepção de
Cicinho e tirou da gorgomilos da torcida ramalhina o grito de
gol. Porém, ele não saiu de campo satisfeito. 

“Trabalhamos possante na pré-temporada visando lucrar dentro de
vivenda. É nossa obrigação, sabemos da dificuldade do Paulista,
então nosso objetivo era sempre lucrar. Infelizmente não
conseguimos. Sem vaidade: trocaria meu gol pela vitória. Mas
vamos trabalhar possante nesses três dias para buscar o resultado
positivo fora de vivenda”, previu Deivid, citando o duelo de
quarta-feira, diante do Red Bull, em Campinas, que foi
antecipado da terceira rodada.

O time andreense se reapresentou ontem e deu início aos
preparativos para o jogo contra o Toro Loko. Hoje, o time
suplente faz jogo treino contra o Palmeiras, em São Paulo. O
duelo contra o Ituano, castigou os jogadores, que deixaram o
campo extenuados. Pelo menos um é dúvida para quarta-feira: o
lateral-direito Cicinho. “(É tempo de) Folga e pouco
trabalho para se doar o máximo nos jogos”, finalizou Deivid.

‘Trocaria o gol pela vitória’
Avalie esta notícia