Utinga ganha nova estação de coleta

Unidade fica ao lado do pior ponto de descarte irregular que existia na cidade
Crédito: Divulgação/Semasa
Santo André encerra 2017 com 20 estações de coleta em operação. Nesta quinta-feira (21), foi inaugurada a Estação de Coleta Utinga, na rua Beckman com a avenida Utinga, ao lado do terminal de ônibus e a 50 m de onde ficava o pior ponto de descarte irregular da cidade. O equipamento também faz parte de ação ampla de requalificação da região onde fica o Núcleo dos Ciganos, comunidade que está sendo beneficiada com o projeto Moeda Verde, de troca de recicláveis por alimentos hortifrúti.“Esse equipamento é essencial para a população do entorno, pois traz um benefício ambiental enorme para o espaço que permite minimizar os problemas de descartes irregulares de resíduos que o bairro sofre”, afirmou o vice-prefeito Luiz Zacarias, durante a inauguração.A EC Utinga foi implantada pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) em um terreno da Prefeitura, que estava ocupado irregularmente há cerca de 40 anos. O local foi desocupado, abrindo espaço para a estação, que foi equipada para receber principalmente materiais volumosos e resíduos da construção civil.O equipamento é opção ao descarte irregular que existia na rua Júlio Pignatari, de onde o Semasa retirou até novembro 1.056 toneladas de resíduos, ao custo de quase R$ 300 mil para o município.  O Semasa também espera que a implantação da EC Utinga combata o ponto de descarte irregular existente na avenida dos Estados, nas proximidades da rua Telavive, de onde este ano foram removidos 921 toneladas de resíduos, ao custo de R$ 162 mil.Além da EC Utinga e da implantação do projeto Moeda Verde no Núcleo dos Ciganos, a área que fica embaixo do viaduto da avenida da Paz também será requalificada pela Prefeitura. O antigo ponto de descarte na rua Júlio Pignatari já foi transformado em área de estacionamento.A nova estação vai operar de segunda-feira a sábado, das 8h às 16h. A meta de Santo André até o final de 2020 é ter 26 estações de coleta, o que também atende ao Plano Regional de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do Grande ABC. Além disso, a cidade já foi qualificada no programa Avançar Cidades, do Ministério das Cidades, para a implantação de outras 20 estações no município também até 2020. “Esse é um projeto audacioso de crescimento das estações de coleta, que cobrirá toda a cidade e será um marco na ampliação dos indicadores de reciclagem de materiais e destinação correta de resíduos especiais”, revela Ajan Marques de Oliveira, superintendente do Semasa.

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais