Veja promessas de candidatos para resolver problemas de São Bernardo

0
92

o dia 30 de outubro, sete cidades da Grande São Paulo vão
voltar às urnas para escolher o prefeito em segundo vez. São
metrópoles importantes, com grandes indústrias e também muitos
problemas. É o caso de São Bernardo, a cidade do ABC que mais
fechou postos de trabalho neste ano: 9.338 vagas foram cortadas
entre janeiro e agosto.

Na sub-região sudeste da Região Metropolitana de São Paulo fica
a Região do ABC Paulista. Formada pelas cidades de Santo
André[1], São Bernardo do
Campo[2], São Caetano do
Sul[3], Diadema[4],
Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Mauá[5], a
região contava, em 2010, com 2.551.328 habitantes distribuídos
numa área de aproximadamente 841 km². Exclusivamente em São Bernardo
são 822 milénio habitantes.

A importante posição econômica historicamente ocupada pela
Região do ABC Paulista, no estado de São Paulo e no país,
resulta do processo de industrialização sítio iniciado na
década de 1950 do século pretérito. Os parques industriais
mecânico/metalúrgico e químico/petroquímico fizeram da região o
mais importante polo industrial da América Latina.

No entanto, quem vive na cidade, tem problemas com a falta de
escolas, lazer e ônibus. Em São Bernardo, 4.600 crianças estão
na lista de espera por uma vaga nas creches.

Veja o que disseram os candidatos a prefeito ao telejornal
sobre cada um dos problemas:

Orlando
Morando[6] (PSDB[7])

“O desemprego é um grave problema da nossa cidade que nós vamos
enfrentar e combater reduzindo fardo tributária, abaixando
impostos, criando leis de incentivos fiscais, estimulando que
as empresas permaneçam no nosso município e atraindo novas
empresas para a geração de trabalho na nossa cidade. Iremos
fabricar a faculdade de tecnologia municipal para capacitar mão de
obra, formar profissionais, estimulando para que São Bernardo
resgate a sua origem, a cidade do trabalho e do bom trabalho,
gerando oportunidades. Eu posso prometer a vocês, eu estou
prestes para o repto. E mais, eu sei porquê fazer e vou fazer
com que São Bernardo volte a gerar empregos, pode ter certeza”.

Alex
Manente[8] (PPS[9])

“Gerar oporunidades de trabalho e renda para São Bernardo é o
repto do nosso próximo governo. Primeiro trabalharemos para
trazer um novo vetor econômico, o de produção de máquinas e
tecnologias que esá instalado fora do Brasil e no nosso governo
traremos para São Bernardo. Criaremos o programa Primeiro
Ofício, dois milénio jovens por ano trabalharão nos postos da
Prefeitura nos bairros, durante 4 dias por semana e 1 dia se
qualificarão para poder ingressar no mercado de trabalho. E
criaremos o Banco de Crédito para fomentar o pequeno e micro
empreendedor, gerando com isso uma economia nos bairros e
movimentando aquelas pessoas que perdem trabalho e não tem renda
pra sustentar suas famílias. Assim diminuiremos o número de
filas na saúde e na educação e consequentemente melhoraremos a
vida da população de São Bernardo do Campo”. 

 

 

 

Veja promessas de candidatos para resolver problemas de São Bernardo
Avalie esta notícia