Porque temos dor de cabeça mesmo o cérebro não sentindo dor

Porque temos dor de cabeça mesmo o cérebro não sentindo dor

A experiência da dor para todos nós começa quando estímulos desagradáveis ​​ativam fibras nervosas sensoriais chamadas nociceptores. Essas fibras especializadas – que estão localizadas na pele, músculos, articulações e alguns órgãos – transmitem sinais de dor da periferia para o cérebro, onde a mensagem de dor é finalmente percebida.

O cérebro em si não sente dor porque não há nociceptores localizados no próprio tecido cerebral. Esse recurso explica por que os neurocirurgiões podem operar no tecido cerebral sem causar desconforto ao paciente e, em alguns casos, podem até mesmo realizar cirurgias enquanto o paciente está acordado.

Dores de cabeça, no entanto, são uma história diferente. Embora seu cérebro não tenha nociceptores, existem nociceptores em camadas de tecido conhecidas como dura e pia que servem como um escudo protetor entre o cérebro e o crânio. Em algumas situações, os produtos químicos liberados pelos vasos sangüíneos próximos à dura e pia podem ativar nociceptores, resultando em dores de cabeça, como enxaquecas. O aumento do fluxo sanguíneo também pode desencadear uma enxaqueca, razão pela qual as enxaquecas são consideradas dores de cabeça vasculares. As dores de cabeça da enxaqueca geralmente são palpitantes e são acompanhadas de hipersensibilidade à luz, ao som e ao toque.

As dores de cabeça tipo tensão mais comuns não compartilham características de enxaqueca. Embora os nociceptores sejam indubitavelmente ativados nas cefaléias do tipo tensional – em parte, pela contração excessiva dos músculos – outros gatilhos que envolvem esses nociceptores permanecem desconhecidos. Uma característica muito importante das cefaléias tipo tensão é que elas aumentam significativamente em situações estressantes, presumivelmente pela sensibilização dos circuitos de dor no cérebro.

Uma grande dificuldade no desenvolvimento de novas terapias para a dor de cabeça é que não existem modelos animais capazes de distinguir esses tipos de dores de cabeça. No entanto, os cientistas estão esperançosos de que seu crescente conhecimento dos fatores químicos únicos que ativam os nociceptores na cabeça (em comparação com o resto do corpo) levará ao desenvolvimento de novas drogas que são particularmente eficazes para aliviar os sintomas das dores de cabeça mais comuns, bem como enxaqueca.

Fonte para o vídeo: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20187862

Me acompanhe nos outros canais:

Site: https://willianrezende.com.br/
Facebook: http://facebook.com/neurologiahoje
LinkedIn: http://linkedin.com/in/willian-rezend

Inscreva-se no canal para saber tudo sobre neurologia, parkinson, insônia, dor miofacial, apneia do sono, alzheimer, esclerose múltipla, epilepsia, AVC, dor de cabeça e muito mais.

– Veja outros vídeos do canal:

Neurologista – Para Que Serve o Neurologista
https://youtu.be/VrI6bkaixf0

Epilepsia – O Que é Epilepsia
https://youtu.be/K1Lr3uGUejM

Alzheimer – Quais São os Primeiros Sintomas do Alzheimer
https://youtu.be/H5MHNBAflJY

Saliva – Porque Eu Tenho Muita Saliva – Sialorreia
https://youtu.be/bZxN8Jj1DkE

Parkinson – O Que é Mal de Parkinson
https://youtu.be/Ztrg9m3L5lE

Tremor no Olho – Porque Meu Olho Treme
https://youtu.be/TQv0D1LkA78

Epilepsia – Como Curar Epilepsia
https://youtu.be/Bq7A8L7vDAg

Sequelas do AVC – Como Tratar as Sequelas do AVC
https://youtu.be/DHDlCDnrHlU

Insônia – Como Acabar Com a Insônia
https://youtu.be/YigIHG8PD8Q

Pernas Inquietas – Como Aliviar Síndrome das Pernas Inquietas
https://youtu.be/7NSxY0wP8bs

#dor #dordecabeça #

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here