fbpx
Início 2016

Arquivos

Quais são os primeiros sintomas do Alzheimer? Como confirmar o diagnóstico?

Quais são os primeiros sintomas do Alzheimer? Como confirmar o diagnóstico?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/doenca-de-alzheimer/ Quais são os principais sintomas de DA? Sintomas cognitivos: Perda de memória. Dificuldade de atenção. Problemas de linguagem. Dificuldade na orientação temporal e espacial. Dificuldade nas funções motoras. Dificuldade nas funções executivas. Dificuldade nas funções visuoespaciais, visuoperceptivas e construtivas. Sintomas comportamentais: Apatia. Depressão. Distúrbios do sono. Ansiedade. Desinibição. Alteração de apetite. Irritabilidade/agitação/agressividade. Delírios e alucinações. Quais exames podem ser pedidos a alguém com suspeita de Doença de Alzheimer? Exames laboratoriais: hemograma completo, sódio, potássio, ureia, creatinina, vitamina B12. Exames de imagem: tomografia computadorizada, ressonância magnética, eletroencefalograma, Spect.
O que é o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, TDAH?

O que é o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, TDAH?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/tdha/ O TDAH (transtorno do déficit de atenção/hiperatividade) é um distúrbio neurobiológico crônico que se caracteriza por desatenção, desassossego e impulsividade. Esses sinais devem obrigatoriamente manifestar-se na infância, mas podem perdurar por toda a vida, se não forem devidamente reconhecidos e tratados. O distúrbio afeta de 3% a 5% das crianças em idade escolar e sua prevalência é maior entre os meninos. A dificuldade para manter o foco nas atividades propostas e a agitação motora que caracterizam a síndrome podem prejudicar o aproveitamento escolar e ser responsável por rótulos depreciativos que não correspondem ao potencial psicopedagógico dessas crianças. O TDAH não é uma doença nova. Já foi descrita em meados do século 19 e sua frequência é igual em todo o mundo. Em todas as faixas etárias, portadores do transtorno estão sujeitos a desenvolver comorbidades, isto é, a desenvolver simultaneamente distúrbios psiquiátricos, como ansiedade e depressão. Na adolescência, o risco maior está no uso abusivo do álcool e de outras drogas.
O que é a miastenia gravis? Quais as causas para o aparecimento da doença?

O que é a miastenia gravis? Quais as causas para o aparecimento da doença?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/miastenia-gravis/ A principal característica da miastenia gravis é a fraqueza muscular decorrente de distúrbios nos receptores de acetilcolina localizados na placa existente entre os nervos e os músculos. Isso interfere na transmissão do impulso nervoso e provoca o enfraquecimento dos músculos estriados esqueléticos. A doença pode manifestar-se em qualquer idade, mas acomete mais as mulheres do que os homens, entre 20 e 35 anos. Depois dos 60 anos, essa relação se inverte. Há duas formas de miastenia: a autoimune, ou adquirida, e a congênita. Na autoimune, a resposta imunológica se volta contra os componentes da placa motora responsável pela transmissão do estímulo nervoso que faz o músculo contrair. Na congênita, os anticorpos produzidos pela mãe passam pela placenta e atingem o feto.
O termo médico para desmaio é síncope. O que provoca uma síncope?

O termo médico para desmaio é síncope. O que provoca uma síncope?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/desmaios/ Desmaio, ou síncope, é a perda abrupta e transitória da consciência e do tônus postural (da capacidade de ficar em pé), seguida de recuperação rápida e completa. Na maior parte dos casos, os desmaios ocorrem por causa da diminuição do fluxo sanguíneo no cérebro. De modo geral, costumam ser de curta duração e bom prognóstico. Trata-se de um evento clínico comum, que atinge mais as pessoas idosas, os portadores de cardiopatias e as mulheres jovens. O problema é que, na queda associada ao desmaio, com frequência as pessoas podem sofrer traumatismos e fraturas ósseas.
O que são os distúrbios do sono?

O que são os distúrbios do sono?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/disturbios-do-sono/ Distúrbios do sono são dificuldades relacionadas ao sono. O sono tem quatro fases, e cada uma delas é responsável por uma atividade diferente. Dificuldades em qualquer uma das fases do sono pode trazer prejuízos a curto e longo prazo. Entenda como funciona cada fase do sono: Fase 1: Abrange 10% da noite. Nesta fase, ocorre a transição entre a vigília e o sono. Quando escurece, ocorre a liberação da melatonina no organismo, que induz a sonolência. Fase 2: Abrange 45% da noite. Na fase 2, diminuem os ritmos cardíaco e respiratório, os músculos relaxam e a temperatura corporal baixa. É a fase do sonho leve. Fase 3: Abrange 25% da noite. O corpo funciona mais lentamente e o metabolismo cai. O coração passa a bater em ritmo mais lento e a respiração também fica mais leve. Fase REM: Abrange 20% da noite. Esta é a fase do sono profundo. REM, em inglês, significa “Rapid Eye Movement” (movimento rápido dos olhos). É nesta fase em que ocorrem os sonhos, a pessoa tem descargas de adrenalina e há picos de batimentos cardíacos e pressão arterial.
O que é a doença de Parkinson e quais são os seus sintomas?

O que é a doença de Parkinson e quais são os seus sintomas?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/doenca-de-parkinson/ A doença de Parkinson é uma doença neurológica, crônica e progressiva, resultante da degeneração das células situadas em uma região do cérebro conhecida como substância negra. Elas são responsáveis pela produção de dopamina, um neurotransmissor que, entre outras funções, controla os movimentos. A causa exata do desgaste destas células do cérebro é desconhecida. A doença de Parkinson é uma condição complexa que afeta as pessoas de formas diferentes. Mas os sintomas mais frequentemente associados à doença afetam o movimento, causando tremores, lentidão dos movimentos, rigidez muscular e alterações na fala e na escrita, entre outros.
A esclerose múltipla é uma doença autoimune. Como podemos explicar isso?

A esclerose múltipla é uma doença autoimune. Como podemos explicar isso?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/esclerose-multipla/ A Esclerose Múltipla é uma das doenças mais comuns em adultos jovens que compromete o SNC (Sistema Nervoso Central) constituído por cérebro, cerebelo, tronco encefálico e medula espinhal. De causa ainda desconhecida, foi descrita, inicialmente, em 1868, pelo neurologista francês Jean Martin Charcot, que a denominou "Esclerose em Placas", descrevendo áreas circunscritas endurecidas que encontrou (em autópsia) disseminada pelo SNC de pacientes. É caracterizada também como doença desmielinizante, pois lesa a mielina, prejudicando a neurotransmissão. A mielina é um complexo de camadas lipoproteicas que envolvem e isolam as fibras nervosas (axônios), permitindo que os nervos transmitam seus impulsos rapidamente, ajudando na condução das mensagens que controlam todas as atividades conscientes e inconscientes do organismo.
O que é e o que causa a epilepsia?

O que é e o que causa a epilepsia?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/epilepsia/ Epilepsia é uma doença do cérebro caracterizada por uma das seguintes condições: - Pelo menos duas crises não provocadas (ou duas crises reflexas) ocorrendo em um intervalo superior a 24 horas; - Uma crise não provocada (ou uma crise reflexa) e chance de uma nova crise estimada em pelo menos 60%; - Diagnóstico de uma síndrome epiléptica. A causa pode ser uma lesão congênita (presente ao nascimento) ou adquirida no cérebro, decorrente de várias causas como por exemplo, batida forte na cabeça (geralmente com sangramento intracraniano), infecção (meningite, encefalite, neurocisticercose, etc), abuso de bebidas alcoólicas, de drogas, etc. Às vezes, pode ser causada por algum problema que ocorreu antes ou durante o parto. Malformações do cérebro tanto das estruturas cerebrais propriamente ditas quanto dos vasos sanguíneos no seu interior podem estar presentes desde a formação do feto nos primeiros meses de gestação e podem causar crises epilépticas em uma determinada época da vida. Muitas vezes, não é possível conhecer as causas que deram origem à epilepsia, nestes casos, consideramos a epilepsia de causa desconhecida.
A enxaqueca é uma doença neurológica. Quais são os seus principais sintomas?

A enxaqueca é uma doença neurológica. Quais são os seus principais sintomas?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/do-de-cabeca/ Apesar de a cefaleia ser o principal sintoma da enxaqueca, outros sintomas são muito comuns e podem ser também importantes como sensibilidade à luz, cheiros, barulho, náuseas, vômitos, sintomas visuais e formigamento e dormências no corpo (as auras da enxaqueca), tonturas, sensibilidade a movimentos ou passar mal em viagens de carro, ônibus, barco. Você sabia que existem pessoas que tem auras de enxaqueca e nunca apresentaram cefaleia? Que esses outros sintomas podem acontecer isoladamente e que muitas pessoas os tem em menor grau no dia a dia, mesmo fora da crise de dor de cabeça?
O AVC pode se apresentar sob duas formas. Quais são elas?

O AVC pode se apresentar sob duas formas. Quais são elas?

https://www.willianrezende.com.br/category/noticias/avc/ Acidente Vascular Cerebral (AVC) pode ser definido como o surgimento de um déficit neurológico súbito causado por um problema nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. Classicamente o AVC é dividido em 2 subtipos: - AVC isquêmico: ocorre pela obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo em uma artéria cerebral causando falta de circulação no seu território vascular. Ele é responsável por 85% dos casos de AVC; - AVC hemorrágico: o acidente vascular cerebral hemorrágico é causado pela ruptura espontânea (não traumática) de um vaso, com extravazamento de sangue para o interior do cérebro (hemorragia intracerebral), para o sistema ventricular (hemorragia intraventricular) e/ou espaço subaracnoideo (hemorragia subaracnoide).

Quantos Reais para 1

BRL - Moeda brasileira
USD
4,19
EUR
4,64
GBP
5,41

Promoção de Natal

Promoção de Natal