Vitória Andreense no Sesi Chef 2017

127

Após cinco meses de competições em todo Estado, com mais de 900 receitas inscritas, a estudante de economia, Karoline Siqueira do Lago (23 anos), vence a 2ª edição do concurso culinário SESI Chef, na final que aconteceu neste sábado, 11 de novembro, no SESI Campinas Amoreiras.Mais de 300 pessoas acompanharam a competição, assistindo à última prova surpresa. Com 1h20 de duração, o desafio foi preparar um prato com dois alimentos obrigatórios, o arroz e o feijão, tão presentes nos lares brasileiros e que juntos compõem um importante arranjo de nutrientes. Para acompanhar, os concorrentes tinham que apresentar uma bebida não alcoólica, com uma das frutas que fazem parte do circuito das frutas, da região de Campinas: uva, caqui, figo, goiaba, morango ou pêssego.A receita que rendeu o primeiro lugar à Karoline foi uma releitura do baião de dois, com cascas de banana fazendo a vez da carne, a própria fruta utilizada na farofa, além disso a couve e o brócolis compuseram o contraste das cores do Brasil no prato, tudo acompanhado de um vinagrete de laranja. O suco que preparou foi de couve laranja, maracujá e mel.”Eu provei para mim mesma que eu era capaz. Eu nunca me enxerguei participando de uma competição de culinária. Foi muito importante reconhecer que eu poderia fazer o que eu gosto e bem feito”, comemora Karoline.O professor de matemática, de Sorocaba, Rene Moreira de Castro (29 anos), ficou com o segundo lugar e seu prato foi uma releitura da feijoada, lombo com abacaxi, crispe de couve no forno, farofa com linguiça e bacon e farinha de milho e legumes assados. Seu suco foi o de abacaxi com casca hortelã e açúcar mascavo.Karoline recebeu no decorrer de toda competição, o valor total de R$ 7.000,00 e Rene, R$ 5.000,00. Cada um ganhou ainda um fogão Atlas, top de linha.A edição deste anoNo total, foram distribuídos mais de R$ 40 mil em prêmios. O concurso foi dividido em quatro etapas, sendo a primeira a inscrição das receitas no site, avaliadas por uma comissão técnica constituída pelo SESI-SP, que selecionou 384 receitas para a etapa local, envolvendo 32 unidades do SESI-SP. As 64 receitas selecionadas no Combate Local foram publicadas no livro do SESI Chef e 32 concorrentes que passaram para a fase Regional receberam cada um R$ 500,00 e um kit de livros de nutrição do SESI-SP. Na fase Estadual, os oito que seguiram na disputa ganharam mais R$ 1.500,00.A competição que combina alimentação saudável, econômica e sustentável, divulgando e promovendo os conceitos do Programa Alimente-se Bem, segue os seguintes critérios para a avaliação: o sabor, a escolha dos ingredientes, a apresentação do prato, o aproveitamento total do alimento, a criatividade com que o participante propõe a redução do desperdício, se o prato é saudável e se tudo isso está alinhado ao menor custo de preparação.A final de 2017 contou com a presença de renomados especialistas: Thiago Castanho, apresentador do programa “Cozinheiros em Ação” da GNT; Daniela Meira, nutricionista e produtora de culinária dos programas “Mais Você” e “É de casa”, da TV Globo; Bruno Stippe, que atua na cozinha italiana na função de chefia por mais de 25 anos e apresenta o programa semanal “Pilotando o Fogão”, da TV Aberta; Cidinha Santiago, que trabalhou por 12 anos ao lado da apresentadora Ofélia, no programa “A Maravilhosa Cozinha da Ofélia”, atualmente culinarista do programa “Hoje em Dia”, da Rede Record; e Camilla Varella Pires de Lima, nutricionista, mestre em Saúde Pública, professora de pós-graduação, atualmente supervisora regional de Qualidade de Vida do SESI-SP.O público se divertiu durante toda a prova com as paródias “gastrocômicas”, da dupla de atores-cantores Comida dos Astros.A primeira receita preparada por Karoline, que lhe garantiu a vaga no concurso, foi um nhoque de abóbora com ragu de aparas de frango e sementes tostadas. Seu hobby é cozinhar, ato que considera uma demonstração de amor.SOBRE O ALIMENTE-SE BEMCriado pelo Sesi-SP em 1999, utiliza os alimentos integralmente e tem como proposta realizar refeições saborosas e nutritivas sem gastar muito. Seus princípios foram determinados a partir de pesquisas realizadas por nutricionistas da entidade, que observaram hábitos alimentares de trabalhadores de indústrias do estado.

Vitória Andreense no Sesi Chef 2017
Avalie esta notícia