Abctudo 2024
Abctudo 2024
InícioCultura & Lazer4 receitas clássicas da gastronomia mundial

4 receitas clássicas da gastronomia mundial

Conteúdo do Artigo

A gastronomia é uma das formas mais ricas de conhecer a cultura e a história de um país ou região. Cada prato típico revela os sabores, os ingredientes, as técnicas e as tradições de um povo. Por isso, viajar pelo mundo também é uma oportunidade de experimentar as delícias que fazem parte do patrimônio gastronômico da humanidade.

Neste artigo, vamos apresentar 4 receitas clássicas da gastronomia mundial, que são famosas e apreciadas em diversos lugares. São pratos que representam a diversidade e a criatividade da culinária internacional, e que podem ser preparados em casa para surpreender a família e os amigos. Confira!

1. Foie gras (França)

O foie gras é uma das iguarias mais sofisticadas e polêmicas da gastronomia francesa. Trata-se do fígado de pato ou ganso engordado por meio de uma alimentação forçada, o que resulta em um órgão maior e mais saboroso. O foie gras pode ser servido como aperitivo, acompanhado de pão e vinho, ou como complemento de outras receitas, como molhos e terrines.

O foie gras é considerado um prato nobre desde a época medieval, quando era servido ao rei Luís XIV. Hoje em dia, ele é consumido principalmente em festividades de fim de ano, como o Natal e o Ano Novo. No entanto, ele também é alvo de críticas e protestos por parte de ativistas dos direitos dos animais, que consideram o método de produção cruel e desumano.

Para preparar o foie gras em casa, você vai precisar de:

– 1 lóbulo de foie gras fresco (cerca de 500 g)
– Sal e pimenta-do-reino a gosto
– 1 colher (sopa) de conhaque
– 1 colher (sopa) de vinho do Porto
– Papel-filme

O primeiro passo é limpar o foie gras, retirando as veias e as membranas com uma faca afiada. Em seguida, tempere-o com sal, pimenta, conhaque e vinho do Porto, massageando bem. Depois, enrole-o em papel-filme, formando um cilindro bem apertado. Leve à geladeira por pelo menos 12 horas.

Na hora de servir, retire o papel-filme e corte o foie gras em fatias finas. Arrume-as em um prato e sirva com pão torrado ou brioche.

2. Escargot (França)

Outro prato clássico da gastronomia francesa é o escargot, que consiste em caracóis terrestres cozidos e servidos com um molho especial à base de manteiga e alho. O escargot é originário da região da Borgonha, mas é popular em todo o país. Ele é servido como entrada e requer talheres especiais para facilitar a degustação.

O escargot é uma iguaria milenar, que já era consumida pelos romanos e pelos gregos na antiguidade. Ele é rico em proteínas, cálcio e ferro, mas também tem um alto teor de colesterol. Por isso, deve ser consumido com moderação.

Para preparar o escargot em casa, você vai precisar de:

– 24 caracóis pré-cozidos (vendidos em conserva ou congelados)
– 100 g de manteiga sem sal
– 4 dentes de alho picados
– 2 colheres (sopa) de salsinha picada
– Sal e pimenta-do-reino a gosto
– 24 conchas de caracol (vendidas em lojas especializadas) ou forminhas de alumínio

O primeiro passo é escorrer os caracóis e lavá-los bem em água corrente. Em seguida, prepare o molho, misturando a manteiga, o alho, a salsinha, o sal e a pimenta em uma tigela. Depois, recheie cada concha ou forminha com um caracol e uma porção do molho. Leve ao forno pré-aquecido a 200°C por cerca de 15 minutos, ou até o molho borbulhar.

Na hora de servir, arrume os escargots em uma travessa e sirva com pão francês ou baguete.

3. Paella (Espanha)

O prato típico mais famoso da Espanha é, sem dúvida, a paella. Ele lembra um risoto, preparado originalmente com arroz, azeite e açafrão. Depois de ganhar fama no litoral do país, a receita foi incrementada com ingredientes à base de frutos do mar, como camarão, lula, mexilhão e polvo. No entanto, existem diversas variações da paella, que podem levar também carne de frango, coelho, porco ou legumes.

A paella é originária da região de Valência, onde era feita pelos camponeses com os ingredientes que tinham à disposição. O nome do prato vem da palavra “paellera”, que significa “panela” em valenciano. A paellera é uma panela grande e rasa, de ferro ou aço, que permite uma distribuição uniforme do calor e uma boa evaporação do caldo.

Para preparar a paella em casa, você vai precisar de:

– 4 colheres (sopa) de azeite
– 1 cebola picada
– 4 dentes de alho picados
– 500 g de frango em pedaços
– 500 g de lula em anéis
– 500 g de camarão médio limpo
– 500 g de mexilhão limpo
– 4 xícaras (chá) de arroz
– 8 xícaras (chá) de caldo de peixe ou frango
– 1 colher (chá) de açafrão
– Sal e pimenta-do-reino a gosto
– 1/4 de xícara (chá) de salsinha picada
– 1/4 de xícara (chá) de ervilha cozida
– Fatias de limão para decorar

O primeiro passo é aquecer o azeite em uma paellera ou panela grande e refogar a cebola e o alho até ficarem macios. Em seguida, acrescente o frango e doure-o por todos os lados. Depois, adicione a lula e o camarão e refogue por mais alguns minutos. Reserve alguns camarões inteiros para decorar.

Em outra panela, cozinhe os mexilhões em água fervente até que se abram. Descarte os que não se abrirem e reserve alguns com as conchas para decorar.

Na mesma panela onde refogou os frutos do mar, junte o arroz e misture bem. Adicione o caldo de peixe ou frango, o açafrão, o sal e a pimenta e deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 20 minutos, ou até o arroz ficar macio e úmido.

Na hora de servir, salpique a salsinha e a ervilha sobre o arroz e decore com os camarões e os mexilhões reservados. Sirva com as fatias de limão.

4. Ceviche (Peru)

O ceviche é um prato típico do Peru, que consiste em peixe cru marinado em suco de limão ou outro cítrico. O ácido do limão “cozinha” o peixe sem usar calor, deixando-o macio e saboroso. O ceviche pode ser acompanhado de cebola roxa, coentro, pimenta, milho cozido e batata-doce.

O ceviche é considerado um patrimônio cultural do Peru e um dos símbolos da identidade nacional.


OPINIÃO

ABCTudo Paulista

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interação de fatos e dados.
** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do ABCTudo/IT9.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Crie seu WebSite com quem tem Experiencia

Clique no botão ao lado e conheça a iT9 Marketing

Lugares para Viajar

Anchieta em Movimento: Seu Guia Completo para Desvendar os Segredos do Trânsito na Rota do ABC Paulista

A Rodovia Anchieta, uma das principais artérias que ligam o ABC Paulista à capital, é palco de um fluxo constante de veículos, transportando trabalhadores,...

Leia também

Ronco: O Inimigo Silencioso da Noite – Descubra como Vencer essa Batalha e Ter Noites de Sono Reparadoras!

Ronco alto? Descubra as causas, tratamentos e estratégias para dormir em silêncio e ter noites de sono tranquilas. Pare de roncar e recupere a paz e a saúde do seu sono.O ronco, esse som incômodo que perturba o sono...

Anchieta em Movimento: Seu Guia Completo para Desvendar os Segredos do Trânsito na Rota do ABC Paulista

A Rodovia Anchieta, uma das principais artérias que ligam o ABC Paulista à capital, é palco de um fluxo constante de veículos, transportando trabalhadores, estudantes, viajantes e curiosos. Desvendar seus segredos e dominar os horários de pico é essencial...

Domingo no Paço: Uma celebração da comunidade andreense que une gerações!

Em Santo André, uma tradição que floresceu em 2017 continua a encantar e unir a comunidade: o Domingo no Paço. Este evento semanal, que transforma a área do Paço Municipal em um vibrante espaço de lazer e cultura, é...

Publique sua notícia no ABCTudo

Tenha seu artigo publicado. Estudante de Jornalismo? Entre em contato