Abctudo 2024
Abctudo 2024
InícioGinecologistaHigiene Íntima na...

Higiene Íntima na Menopausa e os Cuidados Necessários

Descubra dicas essenciais para manter a saúde vulvovaginal durante a menopausa. Cuide-se com carinho e conforto, evitando lavagens excessivas e escolhendo roupas íntimas adequadas. Sinta-se bem e confiante nesta fase da vida!

A Menopausa é uma Fase da vida das Mulheres caracterizada pelo declínio na produção dos hormônios femininos, com destaque para o estrogênio. Essa queda hormonal costuma originar uma série de problemas ginecológicos, incluindo a ausência de lubrificação e o ressecamento da vulva.

Com a chegada da Menopausa, normalmente entre os 45 e 55 anos de idade, os hábitos de higiene íntima, que devem estar presentes ao longo de toda a vida, merecem ainda mais atenção. Embora necessitem ser uma tarefa rotineira, ainda está entre um dos aspectos mais negligenciados na vida das mulheres.

Higiene Íntima na Menopausa

Uma porcentagem considerável das mulheres apresenta secura vaginal na menopausa como resultado da queda nos níveis de estrogênio, que é o hormônio responsável por manter o seu revestimento saudável e espesso, o que acaba tornando-o mais frágil, fino e ressecado.

Manter o pH da vagina em níveis equilibrados, ou seja, em uma quantidade adequada de acidez na região, exige uma Higiene Íntima de qualidade. Vale ressaltar que mantê-la limpa não significa tomar uma série de banhos diários: o ideal é lavá-la no máximo duas vezes por dia, com duchas, que em excesso podem comprometer o pH vaginal.

Os sabonetes íntimos contribuem com a manutenção da saúde e a hidratação da vagina, mas devem ser escolhidos minuciosamente, uma vez que a escolha e a frequência do uso também influenciam no nível de pH local.

Higiene Íntima na Menopausa e os Cuidados Necessários

Além disso, a recomendação geral tende a ser limitar o uso ao máximo de duas vezes por dia; não passá-lo na região interna da vagina para evitar irritação; não demorar mais de três minutos para efetuar a higienização e nem esfregar o sabonete com movimentos bruscos ou agressivos.

Vale ressaltar que os tratamentos naturais são sempre a melhor opção tanto para a secura vaginal quanto para qualquer outra condição ginecológica. Alguns casos mais graves de ressecamento da vulva exigem, no entanto, a indicação de terapias hormonais.

Se não for o caso, normalmente, a orientação da médica especialista em Ginecologia tende a envolver: optar pelos tratamentos naturais, que envolvem a higiene íntima, uma dieta alimentar nutritiva e um estilo de vida saudável.

Recomendações Gerais da Higiene Íntima na Menopausa

A higiene íntima da mulher na menopausa precisa ser feita de uma a duas vezes por dia, salvo após a relação sexual ou a realização de alguma atividade física. Diante disso, o ideal é que a limpeza seja efetuada apenas com os dedos, que oferecem maior mobilidade, descartando esponjas ou qualquer tipo de objeto para auxílio, porque podem provocar ferimentos.

Vale ressaltar que durante a Menopausa a higienização deve ser ainda mais delicada e o uso de sabonetes íntimos com pH levemente ácido é indispensável, assim como o de outra indicação do seu especialista de confiança.

A higiene deve se concentrar na região da vulva. Assim sendo, com água corrente morna e sabonete líquido específico, lave-a com movimentos circulares e delicados dos dedos. Em seguida, higienize também os sulcos interlabiais (entre os pequenos e grandes lábios) e o clitóris com o mesmo movimento.

Sem contar que, com os dedos em posição horizontal, a limpeza deve ser feita sempre da parte da frente para trás, evitando, assim, o contato do material retal com o genital. Isso também vale para a limpeza após a micção ou a defecação: a higiene anal precisa ser realizada sempre da região frontal para o ânus, uma vez que há uma grande concentração de bactérias no local.

E para evitar o ressecamento na região, higienize cada área da vagina por no máximo três minutos. Após a limpeza, enxágue-a com água em abundância e seque com uma toalha com o intuito de proteger-se da proliferação de vírus, fungos ou bactérias.

Buscando Ajuda Médica

Os cuidados íntimos devem fazer parte da rotina desde o princípio, já que, independentemente da idade, uma higiene íntima de qualidade é fundamental para a manutenção da saúde da mulher, e estando na menopausa, merecem ainda mais atenção.

Portanto, o aconselhável é seguir as recomendações do especialista e, diante de qualquer alteração atípica da menopausa, procurar ajuda médica. Afinal, manter o acompanhamento com um Ginecologista de confiança nesta fase pode proporcionar uma sensação de bem-estar e uma qualidade de vida elevadas.

ATENÇÃO

Conteúdo informativo, não substitui médico

Este conteúdo possui caráter informativo e não substitui o diagnóstico feito em consulta médica.
Em caso de dúvidas ou aparecimento de sintomas mencionados neste artigo procure um profissional de saúde qualificado para obter um diagnóstico preciso.
Lembre-se a automedicação pode ocasionar graves complicações.


OPINIÃO

ABCTudo Paulista

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interação de fatos e dados.
** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do ABCTudo/IT9.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Seja avisado toda vez que nós publicar-mos um artigo novo

spot_img

Crie seu WebSite com quem tem Experiencia

Clique no botão ao lado e conheça a iT9 Marketing

Leia também

Final de Semana do “Grand Arraiá”

Como uma opção de entrada gratuita, o “Grand Arraiá” se despede neste final de semana, uma atração do Grand Plaza Shopping, em Santo André. O evento se trata de uma festa junina que conta com comidas típicas, barracas de gastronomia, quadrilha, entre outras atrações.

Poupatempo da Saúde: 100 mil atendimentos em Santo André

Poupatempo da Saúde Santo André: Em um marco histórico para a saúde pública de Santo André, o Poupatempo da Saúde celebra a impressionante marca de 100 mil atendimentos médicos em apenas quatro meses desde sua inauguração em fevereiro de 2024. Poupatempo...

Vertigem: Causas, Tratamentos e Dicas Recuperar o Equilíbrio

Vertigem: Caramba, gente! Quem aí já sentiu aquela tontura desgraçada, como se o mundo estivesse girando em volta de você? Sim, estou falando da famigerada vertigem. Eu, um andreense raiz de 42 anos, já passei por poucas e boas...

Publique sua notícia no ABCTudo

Tenha seu artigo publicado. Estudante de Jornalismo? Entre em contato