O que é a Terapia da Luz Vermelha? A terapia da luz vermelha (RLT)

O que é a Terapia da Luz Vermelha?

O que é a Terapia da Luz Vermelha? A terapia da luz vermelha (RLT) é um tratamento que pode ajudar a pele, tecido muscular e outras partes do seu corpo a sarar. Expõe você a baixos níveis de luz vermelha ou quase infravermelha. A luz infravermelha é um tipo de energia que seus olhos não podem ver, mas seu corpo pode sentir como calor. A luz vermelha é semelhante à luz infravermelha, mas você pode vê-la.

O que é a Terapia da Luz Vermelha?

A terapia com luz vermelha também é chamada de terapia laser de baixo nível (LLLT), terapia laser de baixa potência (LPLT), e fotobiomodulação (PBM).

Como funciona a Terapia da Luz Vermelha?

Com a terapia com luz vermelha, você expõe sua pele a uma lâmpada, dispositivo ou laser com uma luz vermelha. Uma parte de suas células chamada mitocôndria, às vezes chamada de “geradores de energia” de suas células, absorvem-na e ganham mais energia. Alguns especialistas pensam que isto ajuda as células a se repararem e se tornarem mais saudáveis. Isto estimula a cura na pele e no tecido muscular.

O que é a Terapia da Luz Vermelha?
O que é a Terapia da Luz Vermelha?

A terapia com luz vermelha utiliza níveis muito baixos de calor e não machuca nem queima a pele. Não é o mesmo tipo de luz usada em cabines de bronzeamento e não expõe sua pele a raios UV prejudiciais.

O que ele trata?

Os pesquisadores já conhecem a terapia da luz vermelha há algum tempo. Mas não há muitos estudos sobre ela e eles não sabem se é melhor do que outros tipos de tratamento usados para ajudá-lo a curar. A terapia com a luz vermelha pode ajudar:

  • Demência
    • Em um pequeno estudo, as pessoas com demência que receberam regularmente terapia com luz infravermelha na cabeça e através do nariz durante 12 semanas tiveram melhores lembranças, dormiram melhor e ficaram com raiva com menos freqüência.
  • Dor dentária
    • Em outro pequeno estudo, pessoas com síndrome de disfunção temporomandibular (DTM) tinham menos dor, cliques e sensibilidade na mandíbula após terapia com luz vermelha.
  • Queda de cabelo
    • Um estudo descobriu que homens e mulheres com alopecia androgenética (uma desordem genética que causa queda de cabelo) que usaram um dispositivo RLT em casa durante 24 semanas cresceram cabelos mais espessos. As pessoas do estudo que usaram um dispositivo RLT falso não obtiveram os mesmos resultados.
  • Osteoartrose
  • Tendinite
    • Um estudo muito pequeno com 7 pessoas sugere que o RLT diminui a inflamação e a dor em pessoas com tendinite de Aquiles.
  • Rugas e outros sinais de envelhecimento da pele e danos cutâneos
    • Pesquisas mostram que o RLT pode suavizar sua pele e ajudar nas rugas. O RLT também ajuda com cicatrizes de acne, queimaduras e sinais de danos causados pelos raios UV.

Quais são os riscos?

A terapia com luz vermelha é geralmente considerada segura, mesmo que os pesquisadores não saibam exatamente como e por que funciona. E não há regras definidas sobre a quantidade de luz a ser usada. Demasiada luz pode danificar o tecido da pele, mas muito pouca luz pode não funcionar tão bem.

Onde você obtém a Terapia da Luz Vermelha?
Geralmente é feita em um consultório médico. Mas alguns salões e consultórios odontológicos também o fazem. Você também pode comprar seu próprio aparelho de terapia com luz vermelha. Os tratamentos em salões e em casa são mais suscetíveis de causar efeitos colaterais ou lesões. Fale com seu médico se você estiver pensando em terapia com luz vermelha.

Melhorando a saúde da pele
A maioria das pessoas demonstra interesse no RLT como uma forma possível de melhorar a saúde da pele.

O que é a Terapia da Luz Vermelha?
O que é a Terapia da Luz Vermelha?

O potencial para usar o RLT como uma forma de rejuvenescer a pele levou a um grande número de estudos. Como a revisão da revista Seminars in Cutaneous Medicine and Surgery observa, o RLT pode ajudar a rejuvenescer a pele:

aumentando a produção de colágeno na pele, o que dá à pele sua elasticidade
aumento da produção de fibroblastos, o que ajuda a produzir colágeno e outras fibras teciduais
aumento da circulação entre o sangue e as células teciduais
protegendo as células de danos
aumentando o mRNA nas células, o que ajuda a estimular a célula
melhorando a textura facial
reduzindo as linhas finas
reduzindo a gravidade das rugas
Um ensaio clínico na revista Photomedicine e Laser Surgery explorou o tratamento com luz para alguns problemas básicos de pele em um pequeno grupo de 136 pessoas. Os pesquisadores descobriram que essas terapias leves poderiam:

rejuvenescer a pele
melhorar a tez
melhorar a sensação da pele
É importante lembrar que muitos dos resultados relativos ao RLT vêm de estudos com animais ou tubos de ensaio, que exploram a função do RLT. Muitos dos estudos em humanos utilizaram amostras muito pequenas, como é evidente no ensaio clínico acima.

Estes resultados mostram o potencial para a terapia, mas não são provas conclusivas de que ela irá funcionar em todos os casos.

Melhorando a Acne

O RLT pode ser um tratamento eficaz para a acne vulgaris.
Como a revisão nos Seminários de Medicina Cutânea e Cirurgia também observa, formas de terapia com luz são alternativas potenciais para o tratamento da acne vulgaris.

A luz solar pode alterar a maneira como as glândulas sebáceas se comportam. As glândulas sebáceas produzem sebo, que pode entupir os poros e causar acne. A luz do sol pode ajudar a acalmar as glândulas hiperativas.

O problema que muitas pessoas têm com a exposição à luz solar é que ela vem com a exposição aos raios ultraviolentos (UV) A e UVB, que podem causar outros problemas de pele ao longo do tempo. Estes podem ser graves e podem incluir o desenvolvimento de câncer de pele.

O RLT, sozinho ou em combinação com outros tratamentos, como a terapia com luz azul, é um tratamento potencialmente eficaz para a acne vulgaris. A luz parece penetrar profundamente na pele e afetar a produção de sebo ao mesmo tempo em que reduz a inflamação e irritação na área.

Crescimento do cabelo

Um pequeno estudo no Journal of Cosmetic and Laser Therapy explorou o efeito da luz de baixo nível em pessoas com alopecia.

O estudo revelou que as pessoas que receberam RLT tinham melhorado a densidade do cabelo, em comparação com as de um grupo de controle.

Os autores observam que o efeito foi benéfico quando as pessoas aplicaram luz em comprimentos de onda de 665 nanômetros (nm) e 808 nm.

Entretanto, este foi um estudo menor, e estudos clínicos mais extensos ajudarão a dar suporte a estas alegações.

Cura de feridas

A luz vermelha também pode ser útil para acelerar a cicatrização das feridas.

Pesquisas na revista Anais Brasileiros de Dermatologia destacam o fato de que a terapia com luz pode ajudar na cicatrização de feridas de algumas maneiras, como por exemplo, por:

reduzindo a inflamação nas células

  • estimulando a formação de novos vasos sanguíneos, que os médicos chamam de angiogênese
  • aumentando os fibroblastos úteis na pele
  • aumento da produção de colágeno na pele
  • Mais estudos em humanos podem ajudar a confirmar estes resultados.
Mais Informações sobre a Terapia de Luz Vermelha na internet

 

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais