Sífilis Coça Sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível

Sífilis Coça?

Sífilis Coça Sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível: Parando para lembrar, tempos antigos. Nos tempo da Grécia Antiga, claro, ainda não se tinha conhecimento da doença Sífilis e as infecções sexualmente transmissíveis (ISTs)(DSTs) eram batizadas e ou chamadas de Doenças Venéreas em uma pequena mas muito relativa alusão a Vênus, Deusa do Amor.

Saúde ABCtudo Responde se Sífilis Coça?

Mas não podemos deixar de mencionar, que, a doença sífilis já existia mesmo na Antiguidade, pois foram descobertos com achados, vários sinais da doença em tumbas egípcias do tempo dos faraós.

Sífilis Coça?

  • Não coça;
  • Não arde
  • e não tem pus

Lá nos tempo do século 20, Shaudin descobriu a fonte da doença que a sífilis era causada pela bactéria Treponema pallidum e Wassermann adentrou ao passo seguinte desenvolvendo um teste para se saber e detectar a infecção no organismo.

Em menados da década dos anos sessenta(1960), os professores das faculdades de Medicina diziam aos alunos que prestassem bastante atenção aos casos de sífilis, porque a doença iria desaparecer, uma vez que os métodos de diagnóstico eram seguros e o tratamento, eficaz, simples e barato.

Na verdade, foi uma interpretação ingênua dos nossos mestres. A partir dos anos 1980/1990, o aumento dos casos de sífilis, uma infecção sexualmente transmissível, foi assustador, especialmente porque é uma doença infectocontagiosa sistêmica (acomete todo o organismo) e, se não for tratada precocemente, pode levar à morte.

E muitas mulheres são Infectadas em Relacionamentos Estáveis, quando o preservativo é deixado de lado. A Doença, nesses casos, traz também a suspeita de uma traição. A atendente Virginia, 39

“Eu costumo dizer que só amamos uma vez na vida e esse meu ex-namorado foi meu grande amor. Nos conhecemos quando estudávamos no colégio, eu tinha 12 anos. Ele logo se tornou meu primeiro namorado. Mas éramos muito novos, claro, e a vida seguiu.

Então, em dezembro de 2017, numa dessas reconciliações, eu percebi algo diferente no corpo dele. Tinham umas feridinhas no pênis e elas não estavam lá na última vez que ficamos juntos. Aquilo ficou na minha cabeça. Não usávamos camisinha, eu tomava anticoncepcional.

No dia seguinte, sem conseguir esquecer o que eu tinha visto, eu marquei com uma ginecologista. Eu não tinha sintoma algum, marquei porque fiquei encanada. Mas nos dias que decorreram até a consulta comecei a sentir muita coceira. Também ardia muito. E apareceram umas manchas avermelhadas pelo meu corpo.

Sífilis é uma infecção Sexualmente Transmissível

É uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). Nos estágios primário e secundário da infecção, a possibilidade de transmissão é maior.

Formas de Contágio

A sífilis pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada, ou da mãe infectada para a criança durante a gestação ou o parto.
O uso correto e regular da camisinha masculina ou feminina é uma medida importante de prevenção da sífilis. O acompanhamento da gestante durante o pré-natal contribui para o controle da sífilis congênita.

Sinais e Sintomas da Sífilis

Sífilis Primária

Ferida, geralmente única, no local de entrada da bactéria (pênis, vulva, vagina, colo uterino, ânus, boca, ou outros locais da pele), que aparece entre 10 a 90 dias após o contágio.
Não dói, não coça, não arde e não tem pus, podendo estar acompanhada de ínguas (caroços) na virilha.

Sífilis Secundária

Os sinais e sintomas aparecem entre seis semanas e seis meses do aparecimento da ferida inicial e após a cicatrização espontânea.
Manchas no corpo, principalmente, nas palmas das mãos e plantas dos pés.
Não coçam, mas podem surgir ínguas no corpo.

  • Manchas por todo o Corpo,
    • principalmente,
      • nas palmas das Mãos e tambem nas
      • Plantas dos pés.
Não coçam, mas podem surgir ínguas no corpo.

Sífilis Latente – Fase Assintomática

Não aparecem sinais ou sintomas.
É dividida em sífilis latente recente (menos de um ano de infecção) e sífilis latente tardia (mais de um ano de infecção).
A duração é variável, podendo ser interrompida pelo surgimento de sinais e sintomas da forma secundária ou terciária.

Sífilis Terciária

Pode surgir de dois a 40 anos depois do início da infecção.
Costuma apresentar sinais e sintomas, principalmente lesões cutâneas, ósseas, cardiovasculares e neurológicas, cuidado sífilis não coça, podendo levar à morte.

Sífilis Coça Sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível

O teste rápido (TR) de sífilis está disponível nos serviços de saúde do SUS, sendo prático e de fácil execução, com leitura do resultado em, no máximo, 30 minutos, sem a necessidade de estrutura laboratorial. O TR de Sífilis Coça? não! é distribuído pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais/Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde (DDAHV/SVS/MS), como parte da estratégia para ampliar a cobertura diagnóstica dessa IST.

Quando o TR for utilizado como triagem, nos casos positivos (reagentes), uma amostra de sangue deverá ser coletada e encaminhada para realização de um teste laboratorial (não treponêmico) para confirmação do diagnóstico.
Em caso de gestante, o tratamento deve ser iniciado com apenas um teste positivo (reagente), sem precisar aguardar o resultado do segundo teste.

Se a mulher tem um cancro primário, a possibilidade de o feto estar contaminado é de 70%, 80%. Se ela estiver na fase secundária, esse número sobe para quase 100%, porque é nessa fase que as bactérias se disseminam e, como a mulher não desenvolveu uma defesa completa, o feto desprotegido é infectado em virtude da grande quantidade de bactérias com alta virulência.

Morte, Sífilis não tratada pode Matar

Sífilis Coça Sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível

SOBRE SÍFILIS

Tratamento da Sífilis

O tratamento de escolha é a penicilina benzatina, mas recomenda-se procurar um profissional de saúde para diagnóstico correto e tratamento adequado, dependendo de cada estágio.

Sífilis Congênita

É uma doença transmitida de mãe para criança durante a gestação. São complicações dessa forma da doença: aborto espontâneo, parto prematuro, má-formação do feto, surdez, cegueira, deficiência mental e/ou morte ao nascer.

Por isso, é importante fazer o teste para detectar a sífilis durante o pré-natal e, quando o resultado for positivo, tratar corretamente a mulher e sua parceria sexual, para evitar a transmissão vertical.

Sinais e Sintomas – Sífilis Coça?

Pode se manifestar logo após o nascimento, durante ou após os primeiros dois anos de vida da criança. Na maioria dos casos, os sinais e sintomas estão presentes já nos primeiros meses de vida.

Ao nascer, a criança pode ter pneumonia, feridas no corpo, cegueira, dentes deformados, problemas ósseos, surdez ou deficiência mental. Em alguns casos, a sífilis pode ser fatal.

Cuidados com a Criança

Se a criança nascer com sífilis congênita, ela deve ficar internada para tratamento por 10 dias, necessitando realizar uma série de exames antes de receber alta.

Diagnóstico

Deve-se avaliar a história clínico-epidemiológica da mãe, o exame físico da criança e os resultados dos testes, incluindo os exames radiológicos e laboratoriais.

Tratamento para a Sífilis – Sífilis Coça?

Quando a sífilis é detectada na gestante, o tratamento deve ser indicado por um profissional da saúde e iniciado o mais rápido possível. No caso das gestantes, é importante que o tratamento seja feito com apenicilina benzatina, pois este é o único medicamento capaz de prevenir a transmissão vertical. A parceria sexual também deverá ser testada e tratada para evitar a reinfecção da gestante.

“Meu namorado me passou sífilis quando estávamos há dois anos juntos” Sífilis Coça?

Medicamentos para Sífilis

Os Medicamentos mais usados para o Tratamento de sífilis são:

  • Benzetacil
  • Bepeben
  • Ciprofloxacino
  • Clordox
  • Doxiciclina
  • Eritromicina.
U.S. Department of Health and Human Services
Isenção de responsabilidade! Como um serviço para nossos leitores, o ABCTudo fornece acesso à nossa biblioteca de conteúdo arquivado. Favor observar a data da última revisão ou atualização em todos os artigos. Nenhum conteúdo deste site, independentemente da data, deve ser usado como um substituto para aconselhamento médico direto de seu médico ou outro clínico qualificado.
7 Comentários
  1. Paula Loriao Diz

    Quando a sífilis é detectada na gestante, o tratamento deve ser indicado por um profissional da saúde e iniciado o mais rápido possível.

  2. Paulo Golden Correa Diz

    Velha Sífilis, Se a mulher tem um cancro primário, a possibilidade de o feto estar contaminado é de 70%, 80%. Se ela estiver na fase secundária, esse número sobe para quase 100%, porque é nessa fase que as bactérias se disseminam e, como a mulher não desenvolveu uma defesa completa, o feto desprotegido é infectado em virtude da grande quantidade de bactérias com alta virulência.

  3. Danillo Leite Diz

    Sífilis é uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pela bactéria Treponema pallidum. NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉 Normalmente a sífilis apresenta fases distintas com sintomas específicos (sífilis primária, secundária e terciária) que é intercalada por períodos latentes.

  4. Jão Ricardo Diz

    o pessoal tava em casa aqui ontem adnoc não dá pra que uma doença se espalha pelas ruas de são paulo lançou tamanho gestão em volta da metade dos usuários de drogas que moram na rua bem feliz hoje florianópolis acif decidiu fazer um teste com fidel positivo se também em trânsito pode mostrar como está infeliz é transmitida através de relação sexual
    desprotegida só me disse uma coisa toda a vizinha não é um risco das doenças transmitidas pelo sexo num começa cada vez mais cedo um perigo para os bebês cegueira subs
    com funções o número de gestantes com sífilis aumentou 360 pro 107 anos e falou tá tem animê favor vai ficar na história de sheyla ela teve sífilis está prestes a dar à
    luz ela acha que pode testar a bolsa da nossa os passeadores a notícia os desafios da reportagem agora do profissão repórter

  5. João Silva Abct Diz

    Mas não podemos deixar de mencionar, que, a doença sífilis já existia mesmo na Antiguidade, pois foram descobertos com achados, vários sinais da doença em tumbas egípcias do tempo dos faraós.

    Sífilis Coça?
    Não coça;
    Não arde
    e não tem pus

  6. Crimes na internet Diz

    O teste rápido (TR) de sífilis está disponível nos serviços de saúde do SUS, sendo prático e de fácil execução, com leitura do resultado em, no máximo, 30 minutos, sem a necessidade de estrutura laboratorial. O TR de Sífilis Coça? não! é distribuído pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais/Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde (DDAHV/SVS/MS), como parte da estratégia para ampliar a cobertura diagnóstica dessa IST.

  7. victor prudencio Diz

    Mas não podemos deixar de mencionar, que, a doença sífilis já existia mesmo na Antiguidade, pois foram descobertos com achados, vários sinais da doença em tumbas egípcias do tempo dos faraós.

    Sífilis Coça?
    Não coça;
    Não arde
    e não tem pus
    Lá nos tempo do século 20, Shaudin descobriu a fonte da doença que a sífilis era causada pela bactéria Treponema pallidum e Wassermann adentrou ao passo seguinte desenvolvendo um teste para se saber e detectar a infecção no organismo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de Privacidade e Cookies