Ressaca: Como aliviar as Dores de Cabeça no Dia Seguinte?

Carnaval, um casamento ou uma festa de aniversário: Motivos para estar aqui. Lendo o que fazer para curar dor de cabeça na Ressaca

Ressaca: Como aliviar as Dores de Cabeça no dia seguinte?

Ressaca: Como aliviar as Dores de Cabeça no dia seguinte? Futebol com os amigos, Churrasco, Balada no final de semana, barzinho no fim de noite, Carnaval, um Casamento ou mesmo uma Festa de Aniversário: Bons motivos pois são boas ocasiões para brindar com um copo de espumante ou com uma garrafa de cerveja. Mas, normalmente não fica por um copo só, e o acordar de manhã é extremamente desagradável. Má disposição e dores de cabeça de ressaca duram com frequência até ao dia seguinte. Iremos apresentar aqui o que pode fazer contra as dores de cabeça após um excesso de álcool.

Ressaca: Como aliviar as Dores de Cabeça no dia seguinte?

Futebol com os amigos, Churrasco, Balada no final de semana, barzinho no fim de noite, Carnaval, um Casamento ou mesmo uma Festa de Aniversário: Bons motivos pois são boas ocasiões para brindar com um copo de espumante ou com uma garrafa de cerveja. Mas, normalmente não fica por um copo só, e o acordar de manhã é extremamente desagradável. Má disposição e dores de cabeça de ressaca duram com frequência até ao dia seguinte. Iremos apresentar aqui o que pode fazer contra as dores de cabeça após um excesso de álcool.

Por que? e de onde vêm as Dores de Cabeça de Ressaca?

Dia Seguinte da Bebedeira Ressaca
Dia Seguinte da Bebedeira Ressaca

De onde vêm as dores de cabeça de ressaca? Dores de cabeça após o consumo de álcool são um fenómeno conhecido há muito tempo. Triste dizer isso, mas as possíveis razões para o seu surgimento ainda não estão claras e não foram completamente esclarecidas pelos cientistas, presumivelmente devido à combinação de diferentes efeitos de álcool no corpo:

  • O álcool é decomposto no fígado.
    • Os produtos da decomposição aumentam a produção de urina, fazendo o corpo perder água. A falta de água é considerada uma das principais causas de ressaca após um excesso de álcool.
  • Com a urina o corpo perde ainda substâncias minerais importantes, como magnésio ou potássio.
    • A falta de substâncias minerais dá por sua vez origem às típicas dores de cabeça de ressaca.

Algumas bebidas alcoólicas contêm uma mistura de diferentes álcoois – os assim chamados álcoois ordinários. São suspeitos de causarem dores de cabeça de ressaca, encontrando-se, por exemplo, no

  • Whisky,
  • Vinho e
  • Aguardentes de frutos.

Resumindo, o álcool provoca dores de cabeça latejantes, na maioria dos casos parecidas com as da enxaqueca, e acompanhadas de outros sintomas desagradáveis como má disposição, tonturas e fadiga.

O que Ajuda Contra a Ressaca?

Dor de Cabeça Ressaca
Dor de Cabeça Ressaca

Cada um tem a sua própria opinião sobre que remédio ajuda realmente contra uma ressaca . É certo que mesmo quem tem em consideração todas as mezinhas e dicas para o alívio de dores de cabeça de ressaca, pode desenvolver, após alguns copos de bebidas alcoólicas, uma ressaca.

Para inibir os efeitos, pode no entanto experimentar as seguintes dicas:

  • Não beba bebidas alcoólicas com o estômago vazio
    • Recomenda-se muitas vezes ingerir alimentos com alto teor de gordura. Isso diminui a ingestão de álcool, mas mais cedo ou mais tarde todo o álcool entra na circulação sanguínea e a ressaca ataca.
    • Por isso, coma antes uma refeição ligeira, por exemplo massa com molho magro ou ovo mexido, impedindo assim que a totalidade do álcool seja assimilada pelo corpo, facilitando a sua digestão.
  • Para compensar a Perda de Líquidos,
    • beba muita água,
      • além da bebida alcoólica,
    • idealmente um copo de água por cada copo de bebida alcoólica.
      • Para compensar o equilíbrio de substâncias minerais pode ingerir nozes ou palitos salgados.
  • Um pequeno-almoço leve na manhã seguinte é um bom remédio contra a ressaca:
    • é necessário hidratar-se, sendo ainda recomendados alimentos ricos em hidratos de carbono, tais como pãezinhos e alimentos salgados como azeitonas ou queijo feta.
  • Dê um passeio a pé ao ar livre.
    • Dar um passeio a pé levanta o ânimo e faz desaparecer o nevoeiro na cabeça.
  • Ressaca Dor de cabeça ou enxaqueca? 

A dor de cabeça de ressaca é um sinal evidente que a pessoa afetada consumiu álcool em excesso, sendo aconselhável reduzir naturalmente o consumo de álcool. Além da ressaca, o álcool tem a longo prazo efeitos nocivos para o corpo, tais como danos no fígado, efeitos cardíacos ou danos dos nervos.

Previna-se do coronavírus, utilize produtos Descaráveis.

Aspirina® Contra a Ressaca?

Quem procura um alívio rápido para as dores de cabeça de ressaca, pode tomar um medicamento analgésico. Comprimidos Aspirina® com a substância ativa ácido acetilsalicílico estão comprovados contra as dores. A Aspirina® pode, graças ao seu efeito rápido, aliviar as dores de ressaca sem sobrecarregar adicionalmente o fígado.

Aspirina MicroActive® contém 500 mg de ácido acetilsalicílico. Indicado no tratamento sintomático da febre e/ou dores ligeiras a moderadas. Adultos: 1 – 2 comp., a partir de 12 anos: 1 comp., máx. 6 comp./dia com intervalo de 4h. Não tomar por mais de 3 dias (casos de febre) e mais de 3-4 dias (casos de dor) a não ser por indicação do médico. Uso oral. Tomar os comp. com bastante líquido. Contraindicado em caso de asma, hipersensibilidade, hemorragias, úlceras gastroduodenais e último trimestre da gravidez. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia atentamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico.

Aspirina® Granulado contém 500 mg de ácido acetilsalicílico. Indicado para dores de intensidade ligeira a moderada como p. ex. dores de cabeça, dores de dentes, dores musculares, dores menstruais; Estados febris associados a resfriados ou gripe. Adultos: 1 – 2 saquetas, max. 8 saquetas por dia com intervalo de 4 – 8 horas; Crianças a partir de 12 anos: 1 saqueta, max. 3 saquetas por dia com intervalo de 4 – 8 horas. Não necessita de água: coloque o granulado directamente na língua, dissolve-se com a saliva. Aspirina destina-se ao alívio de sintomas ocasionais pelo que não deverá ser utilizada durante períodos prolongados (mais de 3 dias). Contra-indicado em caso de hemorragias, úlceras do estômago ou intestinos, associação com metotrexato, último trimestre da gravidez. Precauções: 1º e 2º trimestre da gravidez, aleitamento, alergia a medicamentos anti-inflamatórios ou anti-reumatismais, anti-coagulantes, doenças graves do fígado ou dos rins, perturbações gastrointestinais, crianças com menos de 12 anos e adolescentes com doenças febris, asma, doença respiratória obstrutiva crónica, febre dos fenos, pólipos nasais, úlcera gástrica ou duodenal. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia atentamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico.

Aspirina® C contém 400 mg de ácido acetilsalicílico e 240 mg de ácido ascórbico. Indicado para dores de intensidade ligeira a moderada como por ex. dores de cabeça, dores de dentes, dores musculares, dores menstruais; Estados febris associados a resfriados ou gripe. Dissolver 1 – 2 comp. eferv. em cada administração, máximo 8 comp. eferv por dia. Contra-indicado no 1º e 2º trimestre da gravidez, aleitamento, alergia a medicamentos anti-inflamatórios ou anti-reumatismais, anti-coagulantes, em caso de perturbações gastrointestinais, crianças com menos de 12 anos e adolescentes com doenças febris, asma, doença respiratória obstrutiva crónica, febre dos fenos, pólipos nasais, úlcera gástrica ou duodenal. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia atentamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico.

Migraspirina® contém 500 mg de ácido acetilsalicílico. Indicado para o alívio sintomático de cefaleias associadas à enxaqueca. 2 comp. eferv. (dose única de 1000 mg), máximo 8 comp. eferv por dia com intervalo de 4 – 8 horas. Contra-indicado em caso de úlcera péptica ativa, diátese hemorrágica, alergia ao ácido acetilsalicílico, a outros salicilados ou a qualquer dos excipientes do medicamento; Antecedentes de asma induzidos pela administração de salicilados ou substâncias de ação similar, em particular fármacos anti-inflamatórios não esteróides; Insuficiência hepática grave e insuficiência renal grave. Medicamento não sujeito a receita Médica. Leia atentamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico.

Aspirina® Complex contém ácido acetilsalicílico e pseudoefedrina para o tratamento sintomático da congestão nasal/congestão dos seios nasais com dor e febre associada a constipação comum e/ou sintomas tipo gripe em adultos e adolescentes a partir dos 16 anos. Não deve ser tomado por mais de 3 dias sem consultar um médico. Contraindicado em caso de hipersensibilidade, asma, úlceras gastrointestinais, diátese hemorrágica, gravidez, aleitamento, insuficiência hepática/renal/cardíaca grave, coadministração com metotrexato (≥15 mg/semana), hipertensão grave, doença arterial coronária grave, tratamento com inibidores da monoamina oxidase nas duas semanas anteriores. Medicamento não sujeito a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia. Leia atentamente o folheto informativo e, em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. Bayer Portugal, Lda. Rua Quinta do Pinheiro 5, 2794-003 Carnaxide NIF 500 043 256.

L.PT.MKT.DC.01.2020.0148

Aguardando palavras...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais